Resenha: O Fundo é Apenas o Começo - Neal Shusterman / Brendan Shusterman

25/10/2018

O Fundo é Apenas o Começo
Neal Shusterman
Brendan Shusterman
Ano: 2018 / Páginas: 272
Idioma: português 
Editora: Valentina

Uma poderosa jornada da mente humana, um mergulho profundo nas águas da doença mental.
.
CADEN BOSCH está a bordo de um navio que ruma ao ponto mais remoto da Terra: Challenger Deep, uma depressão marinha situada a sudoeste da Fossa das Marianas.
.
CADEN BOSCH é um aluno brilhante do ensino médio, cujos amigos estão começando a notar seu comportamento estranho.
.
CADEN BOSCH é designado o artista de plantão do navio, para documentar a viagem com desenhos.
.
CADEN BOSCH finge entrar para a equipe de corrida da escola, mas na verdade passa os dias caminhando quilômetros, absorto em pensamentos.
.
CADEN BOSCH está dividido entre sua lealdade ao capitão e a tentação de se amotinar.
.
CADEN BOSCH está dilacerado.
.
Cativante e poderoso, O Fundo é Apenas o Começo é um romance que permanece muito além da última página, um pungente tour de force de um dos mais admirados autores contemporâneos da ficção jovem adulta.

ATENÇÃO! SPOILER À FRENTE!

Que livro foi esse, minha gente!

Caden tem uma vida bem normal para um adolescente de quinze anos, mas tudo muda quando ele começa a se sentir ameaçado por estranhos na escola. Manias esquisitas se instalam na sua rotina e ele começa a desconfiar até de seus pais. Alguém estava querendo fazer mal pra ele, mas não sabia exatamente quando isso seria e de onde viria.

O autor fala que o fundo é apenas o começo, e é isso mesmo. Quando Caden chega ao auge da crise, é que começa a entender e aceitar sua nova realidade. E isso vale pra ele, pra sua família e seus amigos. Ele nunca mais será o mesmo e sua nova realidade inclui lidar com medicações e distinguir entre o real e o delírio.

O livro mostra de uma maneira delicada e sensível o que acontece dentro da perspectiva de quem tem problemas mentais e sua interação com o mundo. Os capítulos tem tamanho e forma de cada momento da mente do protagonista. O tempo e a realidade são profundamente distorcidos, nada é o que parece.

Uma das coisas mais legais são as ilustrações do livro, criadas pelo filho do autor, que mostram graficamente a nova forma de ver do personagem. Caden gostava de desenhar e seu estilo muda junto com sua mente, mostrando quão profundo é o mergulho dentro de si mesmo.

Neal Shusterman fez um ótimo trabalho criando uma obra emocionante, mas não apelativa, com cenas muito fortes, que inspira debates importantes sobre saúde mental do paciente e sua família. Num momento como esse, todos sofrem e precisam apoio e não julgamento.

Recomendo para quem tem empatia.

Rebecca

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados