Resenha: Mil Palavras - Jennifer Brown

25/10/2018

Mil Palavras
Jennifer Brown
Ano: 2018 / Páginas: 208
Idioma: português 
Editora: Gutenberg

O namorado de Ashleigh, Kaleb, está prestes a partir para a faculdade e a jovem está preocupada que ele se esqueça dela. Então, em uma famosa festa de final do verão, as amigas de Ashleigh sugerem que ela mande uma foto nua para ele. Antes que possa mudar de ideia, Ashleigh vai para o banheiro, tira uma foto de corpo inteiro em frente ao espelho, e aperta a tecla “enviar”.
Mas o término do relacionamento do casal é ruim e, para se vingar, Kaleb encaminha a foto para sua equipe de beisebol. Em pouco tempo, a foto viraliza, atraindo a atenção do conselho da escola, da polícia e da mídia local. A pena ordenada a Ashleigh pelo tribunal é prestar serviço comunitário, e é onde ela conhece Mack, um jovem que oferece uma nova chance de amizade, e é o único que recebeu a foto e não olhou.
A aclamada autora Jennifer Brown traz aos leitores um romance emocionante sobre honestidade, traição e redenção, amizade e atração, e integridade, mostrando que uma imagem pode valer mil palavras… mas nem sempre conta a história inteira.


Olá!

Confira a resenha do livro Mil palavras, da autora Jennifer Brown. Publicado pela ed Gutenberg.

Ashleigh,17 anos, mora com os pais e é feliz. Está no Ensino Médio e é apaixonada pelo namorado Kaleb. Ele concluiu e vai para a faculdade. Ela está preocupada com o relacionamento deles por conta da distância.

Como ele está prestes a partir, curte as férias com os amigos e Ash se sente deixada do lado. Não raras vezes apesar de se amarem (como ele diz),ela se sente sozinha.

Em uma festa, na casa de sua amiga Vonnie, entre uma bebida e u mergulho na piscina, Ash recebe das amigas uma sugestão: enviar ao Kaleb uma foto sua em plena nudez como forma de ser melhor lembrada por ele. Ele fica feliz. As férias acabam e ele vai para a faculdade. O relacionamento entre eles acaba ficando tumultuado, e o namoro termina.

A jovem não imaginou que um ato irrefletido lhe custaria muitas lágrimas e punições.

Através de lista de contatos, essa foto se espalha causa escândalo, acha o endereço da mídia e do judiciário. Acusada de distribuir pornografia infantil, ela foi sentenciada a cumprir serviço comunitário. Afastada da escola, dos amigos, sofrendo punição dos pais, não bastando a vergonha de ser rotulada pela sociedade de “puta”, Ash, sem defesa, acaba tomando a si parcela de culpa. Ali, no Centro de serviço comunitário, ela se depara com Marck, que pouco fala, mas ouve Ash, enquanto ela se descobre capaz de enfrentar os desafios e seguir em frente.

Este livro nos leva a refletir sobre nossos atos e suas possíveis consequências.

Rosana Gutierrez

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados