Resenha: Anexos - Rainbow Rowell

24/02/2017

Anexos
Rainbow Rowell
Ano: 2014 / Páginas: 368
Idioma: português 
Editora: Novo Século

Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. Todo mundo na redação sabe. É política da empresa. Mas elas não conseguem levar isso tão a sério e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas.
Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho, ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria...?


Olá,

Já é o segundo livro da Rainbow Rowell que eu leio e, sinceramente, não achei nada demais.

A história se passa em 1999/2000 e vai girar em torno da troca de email entre a Beth e Jennifer, e o Lincoln é o cara fofo contratado pelo jornal onde elas trabalham para monitorar os emails do pessoal. Ele entra em contato com a dupla porque o email delas sempre cai na caixa de alertas dele, e ele é obrigado a ler esses emails e mandar advertências para os funcionários. Só que no caso das duas ele não faz isso.
Lincoln se sente muito sozinho, ele trabalha no periodo noturno não vê quase ninguem, terminou a faculdade e voltou a morar com a mãe, e a vida dele está em um impasse, sem ir realmente para lugar nenhum, e os emails das duas amigas é o unico ponto alto do seu dia todo.

A unica coisa que salvou o livro, ao meu ver foi o Lincoln. Ele realmente é um cara fofo, do tipo quieto, que tem presença, mas que não sabe do efeito que causa nos outros. 
Quanto as amigas, eu passei mais da metade do livro sem conseguir diferenciar uma da outra. Por mim, podiam ser a mesma pessoa que não ia fazer diferença nenhuma. Só começou a ter alguma graça quando a Beth reparou em um “cara fofo” que trabalha no jornal, mas que ela não sabia quem era, e o Lincoln demorou um tempo para descobrir que era ele. Me diz se não é fofo!!

O grande problema, ao meu ver, foi a falta de empatia que eu senti pelas amigas e a forma como a historia realmente não chegava a lugar nenhum, dai, no final do livro a autora resolveu dar uma vida para o Lincoln e resolveu toda a situação que ela ficou empurrando com a barriga em poucas páginas. Foi bem decepcionante. Serve para uma distração de final de tarde e só isso.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados