Resenha: A Menina Que Semeava - Ronald Anthony

22/02/2017

A Menina Que Semeava
Ronald Anthony
Ano: 2013 / Páginas: 416
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito

Chris Astor é um homem de seus quarenta e poucos anos que está passando pelo mais difícil trecho de sua vida. Ele tem uma filha, Becky, de 14 anos, que já passou imensas dificuldades até chegar a se tornar uma moça vibrante e alegre, mas que parece que terá que enfrentar mais um grande problema em sua vida.
Quando Becky era pequena e teve câncer, Chris e ela inventaram um conto de fadas, uma fantasia infantil que adquiriu vida e tornou-se um terrível, provavelmente fatal, problema.
Agora, Chris, Becky e Miea (a jovem rainha da fantasia criada por pai e filha) terão que desvendar um segredo: o segredo de por que seus mundos de fantasia e realidade se juntaram neste momento. O segredo para o propósito disso tudo. O segredo para o futuro. É um segredo que, se descoberto, irá redefinir a mente de todos eles.A menina que semeava é um romance de esforço e esperança, invenção e redescoberta. Ele pode muito bem levá-lo a algum lugar que você nunca imaginou que existisse.
Uma fantasia que trabalha assuntos densos como a separação dos pais, oncologia infantil, separação de filha e pai, adolescência. A menina que semeava não é um livro sobre adolescentes comuns. É sobre uma que se deparou prematuramente com a ameaça do fim e teve de tentar aprender a lidar com ele.
Olá,

Becky está doente. Sua leucemia atinge sua fase final e apenas as histórias criadas por seu pai a fazem mais feliz. Tamarisk é o seu refúgio, sua renovação de forças e quando ela consegue de forma mágica,ser transportada para lá, literalmente encontra sua cura. 

Ao perceber que tudo o que ela criou com o pai, no seu mundo particular de Tamarisk está sendo atingido, o seu pai descobre a conexão entre o real e o imaginário, entre sua filha e o faz de conta. 

Convencido de que é a única alternativa de ver sua filha feliz e curada, seu pai Chris tenta convencer Polly, a mãe e ex-posa intransigente a permitir que Becky se integre ao mundo de Tamarisk para que possa viver em paz, alegre e com saúde, mesmo sendo necessário aos pais abrir mão de sua presença.

Tânia

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados