Resenha: A Química Que Há Entre Nós - Krystal Sutherland

25/01/2017

A Química Que Há Entre Nós
Krystal Sutherland
Ano: 2017 / Páginas: 272
Idioma: português 
Editora: Globo Alt
Grace Town é esquisita. E não é apenas por suas roupas masculinas, seu desleixo e a bengala que usa para andar. Ela também age de modo estranho: não quer se enturmar com ninguém e faz perguntas nada comuns.
Mas, por algum motivo inexplicável, Henry Page gosta muito dela. E cada vez mais ele quer estar por perto e viver esse sentimento que não sabe definir. Só que quanto mais próximos eles ficam, mais os segredos de Grace parecem obscuros.
Mesmo que pareça um romance fadado ao fracasso, Henry insiste em mergulhar nesse universo misterioso, do qual nunca poderia sair o mesmo. Com o tempo, fica claro para ele que o amor é uma grande confusão, mas uma confusão que ele quer desesperadamente viver.
Esta história conta como o adolescente Henry Page se apaixonou pela primeira vez aos dezessete anos.
Ele mora com a família. Seus pais têm uma sólida história de amor, porém não é o que ocorre com ele. Henry  é um garoto normal cursando o último ano da escola. É estudioso e pretende ir para a universidade. Ainda não  experimentou uma paixão. Isso não aconteceu até ver Grace Town, aluna nova chegar atrasada na sala de aula.
Ela tem uma aparência estranha de desleixo, meio suja, com roupas masculinas muito grandes para ela e usa bengala para andar.
Ela é esquisita, tem comportamento instável, e não se enturma.  Henry se sente atraído pela jovem.
Seus caminhos se cruzam quando foram chamados à sala do professor de Inglês para serem convidados para o cargo de redatores chefes do jornal.
A felicidade fica estampada na cara de Henry que sonhava, há dois anos, que isso acontecesse. Mas Grace se recusa dizendo que não quer escrever nada.  Henry  se frustra com esse comportamento e a convence a aceitar o convite.
Henry está se apaixonando por ela e, empolgado com um sentimento desconhecido, ele quer se aproximar da menina para  experienciar  esse momento importante em sua vida.
Ele quer descobrir o porquê do comportamento dela. Dá uma busca na internet e fica surpreso com outra Grace bem diferente de hoje: linda esbelta, pele bronzeada…
Ela está envolta em um mistério que Henry quer descobrir. Eles têm um relacionamento instável por conta dos humores de Grace.
Quanto mais ele abre caminho para descobrir os segredos de Grace, mais obscuro se torna tudo o que a envolve.
Apesar de tudo, é um incrível relato de amor , decepções e aceitação.  Henry descobriu  que o amor tem o reverso da dor, faceta difícil de entender.
“Garota certa, momento errado, pensei, mesmo que soubesse que era um engano, porque Grace nunca seria a garota certa.”
A capa original foi mantida na edição nacional e achei ótimo! Diagramação agradável à leitura. A editora Globo sempre surpreendendo bem com suas escolhas 🙂
Rosana Gutierrez

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados