Resenha: Crave a Marca - Veronica Roth

11/01/2017

Crave a Marca
Veronica Roth
Ano: 2017 / Páginas: 480
Idioma: português 
Editora: Rocco
Num planeta em guerra, numa galáxia em que quase todos os seres estão conectados por uma energia misteriosa chamada “a corrente” e cada pessoa possui um dom que lhe confere poderes e limitações, Cyra Noavek e Akos Kereseth são dois jovens de origens distintas cujos destinos se cruzam de forma decisiva. Obrigados a lidar com o ódio entre suas nações, seus preconceitos e visões de mundo, eles podem ser a salvação ou a ruína não só um do outro, mas de toda uma galáxia. Primeiro de uma série de fantasia e ficção científica, Crave a marca é aguardado novo livro da autora da série Divergente, Veronica Roth, que terá lançamento simultâneo em mais de 30 países em 17 de janeiro, e surpreenderá não só os fãs da escritora, mas também de clássicos sci-fi como Star Wars.


Olá,

Confira a resenha do livro Crave a marca, da aclamada autora Veronica Roth. Publicado pela Rocco, selo Jovens Leitores. É o primeiro livro da duologia. 

Veronica Roth é autora da Série Divergente que você pode ver a resenha da série aqui no Livrólogos.

Crave a Marca acontece em uma galáxia, onde uma força suprema chamada Corrente atravessa todos os seres, impregnando as pessoas com habilidades diferentes . Lembra os dons dos X-Men.

Os protagonistas são Akos e Cyra. Akos é tímido e é do planeta-nação Thuvhe. Os Oráculos preveem o futuro e podem mudar o destino das pessoas, as que eles não podem, chamam de afortunadas. 

Cyra tem um dom incomum, que a faz sentir dor o tempo inteiro. Habita a nação de Shotet, que não é considerado um planeta nação.  E é usada como uma arma. 

A história começa quando Akos e seu irmão mais velho são sequestrados de sua casa pacífica em Thuvhe, na parte norte do planeta gelado, pelos soldados de Shotet.

Akos é então treinado por dois anos no clã dos inimigos e torna-se soldado. Ele é o oposto de Cyra, a irmã do tirânico governante de Shotet. Ele anula o dom dela. Essa improvável amizade vai mudar os dois, mas este é um mundo ligado pelo destino, onde as mortes são marcadas nos braços dos assassinos.

Lealdade a família é tudo, e parece que a violência pode ser a única maneira de mudar isso.

As personagens são bem desenvolvidas, a autora criou todo um universo, intrincado, muitas batalhas… Algumas partes descritivas, acabam deixando um pouco lento o ritmo, mas mesmo assim não compromete a história que tem também ação e prende o leitor. Afinal é o primeiro livro, e a autora estava nos apresentando um novo universo. 

Dividido em quatro partes, sendo a primeira contada por Akos, a segunda por Cyra,  e as duas últimas com os capítulos alternados entre Akos e Cara. A narrativa de Akos é em terceira pessoa e a de Cyra, em primeira pessoa. Mas não fica confuso, é bem interessante essa alternância.

Estou bem ansiosa pelo próximo livro. 

A capa tem auto-relevo. A diagramação e o papel são agradáveis à leitura. Recomendo. 

Rosana Gutierrez

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados