Resenha: Renegado - Diana Palmer

22/09/2016

Renegado
Renegade / Homens do Texas 29 / Irmãos Grier 01
Diana Palmer
Ano: 2006 / Páginas: 333
Idioma: português 
Editora: Harlequin Books
O chefe de polícia Cash Grier leva a sério sua missão: manter a lei e a ordem nas ruas de Jacobsville, mesmo que para isso tenha de enfrentar políticos influentes e corruptos.
Desde cedo Cash teve de aprender que nada, nem ninguém, deve ser avaliado apenas pela aparência. E quando se trata da encantadora Tippy Moore, o cuidado é redobrado.
Apesar da vida glamourosa como modelo e atriz, Tippy tem traumas profundos, além de ser insegura em relação aos homens.
Quando Cash começa a acreditar que Tippy pode ser a mulher com que sempre sonhou, um terrível acontecimento o torna novamente um homem descrente e amargo. mas ele é desafiado pelo detino para reavaliar seus sentimentos... e salvar o verdadeiro amor de sua vida!
Olá,

Nossa, demorei séculos para ler esse livro. Comprei ele no ano do lançamento, em 2008 e só fui ler agora, em 2016. Apesar de já ter ouvido falar muito do livro, fiquei morrendo de medo de ler.

Cash Grier é um dos meus personagens preferidos da Diana Palmer, sempre achei ele charme com o seu cavanhaque e rabo de cavalo, e o meu maior medo era que a Palmeirão estragasse o livro dele, afinal ela tem a fama de simplesmente acabar com os livros dos personagens preferidos. 

Eu achei alguns problemas com a história, teve alguns relinchos e coices, mas nada além do esperado para um mocinho Palmeriano. No geral, até que o Cash não foi esse cavalo todo.

A história é uma continuação direta de Fora da Lei, então se você ainda não leu a história do asno do Judd Dunn, recomendo que faça esse sacrifício (veja pelo lado bom, pelo menos tem o Cash!). A Tippy aparece na historia fazendo um filme e dando em cima do mocinho, no caso o Judd, mas ela e o Cash já tinham uma atração muito forte na época. Agora, a atração dos dois está maior, mas ele não quer dar o braço a torcer, mas mesmo assim faz “favores” para a Tippy, como buscar o irmãozinho dela no colégio. O problema, é que como bom mocinho das obras de Diana Palmer, ele tem um lado cavalo que logo põe para galopar e escoicear, e, claro, sobra para a Tippy.

Simpatizei muito com ela. A Tippy é bem humana, tem seus problemas e fraquezas, e claro, tem uma veia de madre Tereza muito forte, e é a vítima perfeita para ser abusada por todos. 

Agora, o Cash... bem, digamos que ele perdeu algumas estrelinhas na cotação que eu dava pra ele. Vai ser tapado assim na PQP!! Mas mesmo com os problemas que eu vi, a Diana Palmer não conseguiu estragar totalmente o livro, e ele ainda ganhou 4 estrelinhas. Pode ler sem grandes medos, mas prepare-se para alguns momentos de raiva extrema.

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

4 comentários :

  1. Quem me conhece sabe da minha relação de ódio com Diana Palmer, a vó louca. Em Fora da lei, adorei Cash e li Renegado com as expectativas lá na estratosfera e foi decepcionante. Como consegue transformar um personagem tão legal num tremendo babaca? E olha que não gostei da Tippy em nenhum do livros, mas morri de dó dela. Achei Judd-delicinha menos cavalo e babaca que Cash.
    A cena da frigideira é tão surreal que não há como não rir daquilo hahahahaha

    ResponderExcluir
  2. Eliisss!

    Eu tb tenho esse livro há séculos e estou relutante em lê-lo! Mas gostei da sua resenha. Vou me animar!

    Bjs!

    Luciana
    Amante do Deserto

    ResponderExcluir
  3. Ai ai...esses livros que despertam raiva mas ainda assim conseguem ser bons. Fico só imaginando como foi ler. Chegou a gritar com algum personagem? Porque parece, viu xD
    Mas gosto. Uns livros assim são até legais. E pela história acho que iria gostar de ler, mesmo tendo lá aqueles momentos que só fosse querer dar uns tapas em alguém pra deixar de ser tapado.

    ResponderExcluir
  4. O livro do Cash Grier é um dos meus preferidos dentre todos os volumes da série Homens do Texas, amo a história dele, e concordo com você, no geral, até que o Cash não foi esse cavalo todo que estamos acostumados em ver nos mocinhos da Diana Palmer e apesar de  alguns momentos de raiva extrema o livro vale a pena ser lido.
    Abraços, amei sua resenha!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados