Resenha: Cidade do Fogo Celestial - Cassandra Clare

02/08/2016

Os Instrumentos Mortais # 6
Cassandra Clare
Ano: 2014 / Páginas: 532
Idioma: português 
Editora: Galera Record
ERCHOMAI, Sebastian disse. Estou chegando.
Escuridão retorna ao mundo dos Caçadores de Sombras. Enquanto seu povo se estilhaça, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se unir para lutar com o pior Nephilim que eles já encararam: o próprio irmão de Clary. Ninguém no mundo pode detê-lo deve a jornada deles para outro mundo ser a resposta? Vidas serão perdidas, amor será sacrificado, e o mundo mudará no sexto e último capítulo da saga Os Instrumentos Mortais.


O final dos Instrumentos Mortais! Finalmente!!!

Mas não se anime muito, essa é aquele tipo de série que quando você acha que ela terminou, ela dá um jeito de continuar, tipo Highlander, sabe...

Depois do final do livro 5, o Jace está enfrentando uns efeitos colaterais meio estranhos, e vive cheirando à churrasquinho. E agora eles estão caçando o Sebastian, aquele encosto desgraçado e sua horda de caçadores de sombras transformados, que anda barbarizando por ai. 

O livro ja começa com um desses ataques, e conhecemos uma nova família de caçadores de sombras, os Blackthornes e Emma Carstairs, que com certeza vai ser o personagem de uma nova série (sim, a autora ja está escrevendo sobre isso). E gostei mais dessa Emma, uma moleca de uns 12 anos de idade, do que da Clary. 

Voltemos a parte chata: o Sebastian barbarizando, e a Clary enchendo o saco. Sinceramente, eu ficava esperando a hora que iriam aparecer os Blackthornes, o Alec e o Magnus, o Simon, o bando dos lobisomens... Meio que enchi o saco dos protagonistas principais. Mas tudo bem, quando eles decidem partir em busca do bandidinho para o reino dos demônios, a coisa dá uma melhorada, e a batalha final é muito boa. 

De novo, a autora abusou dos coadjuvantes, o que deu um folego para a história (acho que até encheu o saco do casalzinho), mas fiquei triste com o que ela aprontou com um dos meus personagens preferidos. Pra que ela fez isso? Choquei e achei desnecessário. 

Alias, a autora fez umas coisas meio malucas no final do livro e depois acho que se arrependeu e tentou consertar, o que eu, sinceramente, achei ridículo. Acho que quando ela estava escrevendo o final resolveu escrever outra série e deu uma emendada no final pra tentar aproveitar um certo personagem no próximo livro, dai ficou um negocio meio sem sentido. Mas tudo bem, eu até que perdoei, porque sem ele eu não veria graça no resto da série.

A autora ja deixou vários motes no final deste livro para o próximo, com a Emma Carstairs e os Blackthornes. Parece que ja tem mais três livros programados, só quero ver quando vão chegar aqui no Brasil. Me roendo de ansiedade.

Os Instrumentos Mortais (The Mortal Instruments series)

Cidade dos ossos – City of Bones (The Mortal Instruments, #1) < Leia a resenha >
Cidade das cinzas – City of Ashes (The Mortal Instruments, #2) < Leia a resenha >
Cidade de Vidro – City of Glass (The Mortal Instruments, #3) < Leia a resenha >
Cidade dos anjos caídos – City of Fallen Angels (The Mortal Instruments, #4) < Leia a resenha >
Cidade das almas perdidas – City of Lost Souls (The Mortal Instruments, #5) < Leia a resenha>
Cidade do fogo celestial – City of Heavenly Fire (The Mortal Instruments, #6)

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. Uma nova série a partir dessa série!? Hum, não sei se eu leria principalmente por causa da protagonista ser tão jovem - 12 anos - não curto livros onde os personagens principais possuem essa faixa etária, mas vamos ver, quem sabe eu me interesse pela trama...

    Em relação a esse último volume da série Os Instrumentos Mortais, confesso que não curti a trama tanto como curti as tramas dos volumes anteriores, mas como pretendo ainda ler essa série provavelmente terei que ler Cidade doFogo Celestial para saber o destino final dos personagens...

    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Nem deu pra curtir esse final porque a época que li não estava muito legal...
    Mas achei bom. Até as reviravoltas desnecessárias com alguns personagens, o mini enfarto quando ela acabou com um e aí mais pra frente mudou de ideia...ahh, foi legal.
    Sobre deixar pontas soltas pra mais séries eu adoro. Adoro esses livros, gosto de como ela escreve e o mundo deles é um que tem muita coisa pra ser explorada, não acho chato. Vai ter mais com a Emma e também vai ter livro do Magnus! Genteee, socorro! Livro do Magnus *-*
    Não tem como não pirar nessas histórias xD

    ResponderExcluir
  3. Eu amei esse série e principalmente esse livro, mas concordo que isso de arrastar o fim sempre me preocupa, e a autora cria trama novas apenas para um outro volume que se passa no mesmo universo, com os mesmo protagonistas, que já fizeram tudo que tinham que fazer
    Concordo que a autora devia se decidir do que fez, ela realmente deu um fim meio diferente para um personagem e depois tentou reverter a situação. Mesmo assim amei

    ResponderExcluir
  4. Parei em Cidade de Vidro, daí dei um tempo na série pq acabei demorando um pouco para completá-la, aí livros mais chamativos foram aparecendo e eu fui deixando. Mas preciso dar continuidade pq tenho As Peças Infernais tbm.
    Amo Simon e já gostei mais de Clary e Jace.

    ResponderExcluir
  5. Tenho vontade de ler essa série, muita! Mas os livro são muitos e enormes kkk daí sempre postergo.
    Até li o primeiro capítulo do 1, não curti tanto, mas é só o primeiro né kkkkk
    ganhei o Dama da meia-noite mas me contaram que tenho que ler essa série e aquela dos princepes mecânicos primeiro, eitaaa kkkkk
    bjss e boas leituras em setembro!!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados