Resenha: Vamos juntas? - Babi Souza

16/06/2016

Vamos juntas?
O guia da sororidade para todas
Babi Souza
Ano: 2016 / Páginas: 144
Idioma: português 
Editora: Galera Record
Toda mulher já se sentiu insegura na hora de sair sozinha na rua. O risco de ser abordada, perseguida ou assediada é uma realidade. Mas, um dia, uma moça chamada Babi Souza teve uma ideia simples e revolucionária: da próxima vez em que você estiver sozinha, olhe para os lados. Pode ter outra mulher andando na mesma direção. Por que não vão juntas?
Logo, o movimento Vamos Juntas? conquistou moças em todo o Brasil, se tornando um símbolo de união feminina e feminismo, na defesa por direitos iguais entre homens e mulheres. Aos poucos, muitas mulheres mudaram sua forma de enxergar o dia a dia e a moça ao lado.
Além de dados sobre o feminismo, que mostram como ainda há tanto a ser conquistado, este guia traz relatos de mulheres que aprenderam, junto ao Vamos Juntas?, a enxergar companheiras umas nas outras. A se unir, ao invés de rivalizar.

Olá!

Confira a resenha do livro Vamos juntas?, da autora nacional Babi Souza publicado pela editora Galera Record.

A autora inicia o livro falando sobre a insegurança que sentia no trajeto para o trabalho  e, a partir daí, explica como foi a criação  e o desenvolvimento do movimento “VAMOS JUNTAS”.

Criou uma página no Facebook e compartilhou a ideia de união feminina onde uma mulher fazendo companhia à outra, estabeleceria um sistema de segurança capaz de ajudar  a muitas.  Muitas jovens enviaram suas experiências, e isso obteve enorme repercussão na mídia.  O movimento efetivou-se. Pode-se caminhar sem se sentir só. A companhia faz a força.

Explicou o termo Sororidade e como ele pode ajudar a milhares de mulheres.  Nos relatos  apoiando o movimento,  é notória a fragilidade das que passaram por situações constrangedoras. Por outro lado, há o incentivo da autora na prática da sororidade em suas diversas formas como o companheirismo e o respeito, resultando em  menos medo e mais segurança.

Este livro expressa, em síntese, a ideia de compartilhamento entre as mulheres para  a conquista de um “modus vivendi” que  não apenas sugere segurança, mas, acima de tudo, são dicas de sobrevivência numa sociedade pautada pelo fantasma do medo e insegurança que  rondam a cada esquina.

Rosana Gutierrez

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

4 comentários :

  1. Gostei da ideia dele. Essa coisa de a união faz a força é bonita de ver. E ele explica melhor o movimento, dá uma ideia do que ele visa. Os desentendidos entendem, você se informa melhor e de maneira fácil. E é bacana de ver a repercussão que ele teve também. Muito bom.

    ResponderExcluir
  2. Curto a página no Face. Foi lá que aprendi o que é sororidade, essa palavrinha tão estranha, mas cheia de significado. Recomendo.

    ResponderExcluir
  3. Foi a partir da divulgação deste livro que conheci o que é Sororidade. Achei o projeto muito interessante. Tenho um exemplar e pretendo ler este ano.

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler esse livro, acho importante as mulheres se unirem e lutarem pelos nossos direitos. Mas usando a sororidade. Unidas. Sem brigas entre si, porque já vi no face muitas mulheres brigando muito sobre casos sérios kkk
    bjss

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados