Resenha: Os Bons Segredos - Sarah Dessen

30/06/2016

Os Bons Segredos
Sarah Dessen
Ano: 2015 / Páginas: 408
Idioma: português 
Editora: Seguinte
Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos. Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho. 
Oi gente,

O irmão de Sydney, Peyton, entrou em uma rota de bebidas e mau comportamento o que culminou em dirigir bêbado e provocar um acidente em que um adolescente ficou paraplégico. Sydney sempre foi bem-comportada e seu irmão acabava chamando toda a atenção da família com seu comportamento. Sua vida acabou ficando à sombra do irmão e ela não aguentava essa situação.

Havia tanta coisa ainda por vir, algumas conhecidas e, infelizmente, outras novas em folha. Meu irmão nunca mais seria o mesmo. Eu nunca mais passaria um dia sem pensar em David Ibarra pelo menos uma vez. Minha mãe ia continuar lutando, mas tinha perdido algo. Nunca mais seria capaz de olhar para ela e não dar por essa falta. Tantos “nuncas”. Mas naquele momento, só abracei meu pai e cerrei bem os olhos, tentando fazer o tempo parar de novo. Não funcionou.

O livro conta o drama de Sydney em se tornar uma pessoa que não estava presa ao comportamento do irmão. No entanto as coisas só começam a mudar quando ela se torna amiga de Layla e seu irmão Mac, aos poucos ela vai se tornando parte da vida dos irmãos e seus amigos e isso dá a ela uma sensação de pessoa, ali ninguém a compara com seu irmão.

Em casa, porém as coisas continuam tensas, sua mãe e seu pai estão muito focados em Peyton para perceber que ela tem sentimentos e conflitos em torno de tudo o que aconteceu. Foi difícil ler essa dificuldade dela porque era tão claro seu sofrimento.

Nos acostumamos com o jeito de ser das pessoas; contamos com ele. E quando o comportamento delas surpreende, para o bem ou para o mal, é capaz de mexer profundamente conosco. Minha mãe sempre fora rígida, forte e protetora. Jamais teria imaginado que vê-la desabar seria qualquer coisa além de desolador. Mal sabia eu que isso me daria a chance de, enfim, ser forte.

O livro é sobre amadurecimento, então em certos momentos as coisas acontecem de forma lenta e até repetitivas, mas há uma mensagem a ser passada com o drama da família de Sydney e de Layla e Mac.

Para quem gosta de dramas bem complexos, não é o caso aqui. Para quem quer ler cenas fortes, também não é o caso. Aqui você vai olhar pela janela a vida de Sydney e ver como uma adolescente amadurece com todas as coisas ruins e boas que acontecem em sua vida. Se você curte isso, super recomendo o livro.

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

3 comentários :

  1. Sempre tive curiosidade quanto a escrita de Sarah Dessen, mas, sei lá, acho que essa avalanche de YA desgastou bastante o tema e eu meio que fujo do gênero agora. Confesso que ainda bate uma curiosidade enorme quando leio resenhas, mas um dia ainda leio pelo menos um.
    É como vc disse, não é um livro complexo nem dramático, mas dá pra entender o que ela sente quanto a viver à sombra de uma pessoa que é sinônimo de problemas quando vc é o oposto.

    ResponderExcluir
  2. Acho que a escrita dela melhorou muito com esse livro. Ao menos parece assim. Porque li muitos antigos dela e criei uma certa birra com os finais, as conclusões...não sei porque, mas sempre acabava um livro dela achando que perdi meu tempo em ler porque a conclusão foi menos do que esperava. Acho que esse tem uma história mais madura e bem feita, ela criou boas cenas e deixou aquelas lições que os livros dela sempre apresentam. Não é daqueles fortes, mas também não é perda de tempo.

    ResponderExcluir
  3. Tenho muita vontade de ler esse livro. A crítica é positiva, e parece ser bem reflexivo, dramático e real.
    Embora eu tenha uma sensação que o final não é tão feliz kkkkk
    quero ler logo!
    bjos
    Ana,
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados