Resenha: Malala - Viviana Mazza

07/06/2016

Malala
A Menina Mais Corajosa do Mundo
Viviana Mazza
Ano: 2013 / Páginas: 192
Idioma: português 
Editora: Agir
Malala tinha apenas 11 anos de idade quando decidiu levantar sua voz e lutar para que mulheres e meninas tivessem os mesmos direitos que os homens em seu país, o Paquistão.
Com o apoio de sua família, Malala escolheu a gritar um basta às diferenças. Lutou sem armas ou violência, com a coragem das palavras e da educação, com a força da verdade e da inocência. Aos quinze anos, em um dia como outro qualquer a caminho da escola, Malala descobriu que o Talibã queria matá-la. De maneira grandiosa e emocionante, este livro revela a trajetória, os medos e os sonhos da mais jovem candidata ao Prêmio Nobel da Paz.


Malala é um nome simples, mas hoje reconhecido internacionalmente como símbolo de luta pela liberdade das mulheres, desde o ir e vir até o mais forte de todos, o direito a educação. Durante alguns meses muito se falou dessa menina paquistanesa que foi contra todo o temido talibã pelo direito de ir à escola junto com suas amigas e poder aprender, como qualquer um dos seus irmãos menores.

Para qualquer um que esteja fora do contexto da região, simplificando bastante, rola muito conflito político/religioso por aquelas bandas, onde muito se proíbe e por tudo se mata, principalmente as mulheres, que são proibidas de tudo e renegadas ao desprezo de serem “mu.lhe.res”. Triste.

Malala não foi a única a sofrer as consequências por tentar ter mais do que impuseram a ela. Ela foi sim usada como exemplo para todo o horror que acontece em locais onde a intolerância religiosa é tão forte. Não que essa intolerância seja novidade em qualquer lugar do mundo, mas onde o uso da arma acaba sendo a solução para o conflito, garotas como Malala são o que acontece todo dia, não a exceção.

O livro lançado pela jornalista Viviana Mazza, em 2013, veio junto com toda aquela enxurrada de informações e holofotes sobre a garota Malala, que aos 15 anos foi perseguida pelos Talibãs e sofreu um atentado que quase a matou. No livro, ela reconta a história desde os 11 anos de Malala, quando a menina viu sua escola sendo fechada e sua família e amigos sofrendo restrições e tendo que fugir da violência.

O livro em si é simples, até demais. Acho que esperei demais do título forte, misturado com a expectativa de tudo o que vi do assunto. Queria algo como um estudo profundo do ponto de vista autora, mas o que encontrei foi um relato muito romanceado e simplista da vida e vivências de Malala. Com capítulos curtos e rapidíssimos, a autora toma a liberdade de relatar os pensamentos da adolescente que não se conformou com as castrações impostas por alguns e resolveu que iria falar ao mundo, mesmo que começasse pequeno.

Fiquei um tanto decepcionada em saber do distanciamento da autora e concluir da impossibilidade dela em saciar minha curiosidade. Enfim, o livro traz um olhar simplista porém válido, vai de cada um buscar mais e tirar suas conclusões sobre o que essa garota significou e buscou.

Lilian Sinfronio

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

4 comentários :

  1. Não é um livro que penso que leria porque o tipo dele não me chama muitas atenção. E já conheço o "caso", essa história, pela mídia e etc. Ele parece relatar um pouco mais da vida dela, só que é simples e acho que acabaria decepcionada com essa leitura, um sentimento de mais do mesmo, talvez? Por já conhecer, entende...
    Fica a dica pra quem curte.

    ResponderExcluir
  2. Malala é realmente uma menina incrível. Acredito que o livro seria mais interessante se fosse escrito pela própria Malala, muito da intensidade se perde quando a historia é contada por outra pessoa. Acredito que mesmo assim vale a leitura pela historia de vida dela.

    ResponderExcluir
  3. Malala é muito inteligente pra tão pouca idade, mas já passou por tanta coisa com tão pouca idade que é assustador. Recomendo qualquer livro sobre ela.

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler todos os livros sobre a Malala, que história de persistência e luta!
    Ela tem ajudado muitas mulheres de todas as culturas.
    Incrível a sua força, mesmo depois de tudo que passou.
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados