Resenha: O Segredo do Meu Marido - Liane Moriarty

03/05/2016

O Segredo do Meu Marido
Liane Moriarty 
Ano: 2014 / Páginas: 368
Idioma: português 
Editora: Intrínseca
Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta para ser aberta apenas depois que ele morresse. Imagine também que essa carta revela o pior e o mais profundo segredo dele - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você esbarra nessa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo...
Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar de sua pequena comunidade, uma esposa e mãe devotada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela.
Emocionante, O segredo do meu marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.


Olá :)

Minha curiosidade sobre esse livro sempre esteve nas alturas pela divergência de opiniões que vi no lançamento. Parecia sempre trazer sentimentos como amei ou odiei e adoro tomar partido nesses casos, após ler para poder dar minha opinião. Essas sensações extremas em leituras aguçam minha curiosidade, porque fico me questionando em qual dos lados eu brigaria.

O livro tem a cara do título que possui, totalmente baseado em um segredo guardado por muitos anos e que se ramificou, ganhou vida própria e afetou mais vidas do que seria de se esperar. Sobre a história, o livro fala sobre Cecília Fitspatrick, mulher de sucesso em seu meio social, mãe de três filhas adoráveis e membro reconhecido por seu brilhantismo no papel de esposa, mãe e filha. Seu marido escreveu uma carta para ser aberta quando do seu falecimento, mas Cecilia a achou quando ele ainda estava vivo e acessível a questionamentos. Essa carta muda a vida de Cecilia e de muitos ao seu redor.

Com narrativa em capítulos curtos e com histórias que vão se entremeando, esperei me empolgar mais pelo que esse segredo iria representar. Mas acho que o período de leituras que estou vivendo está sendo exigente demais e acabei me frustrando com a leitura. Não que a agilidade da autora para falar da vida em família, suas atribuições e responsabilidades não seja interessante. Pelo contrário. Só acho que a história direta seria melhor do que o suspense criado, ou talvez tenha sido minha falta de surpresa com o mistério depois de resolvido. O fato é que gostei muito dos acontecimentos da história e com a forma como tudo evoluiu – particularmente do desfecho, bem resolvido e exposto –, mas gostaria que o livro tivesse uma forma mais dinâmica (ou talvez seja minha rabugentice falando).

As histórias paralelas tiveram seu favorecimento na leitura, as relações de Tess, seu marido e sua prima, como em um triângulo meio sombrio; e Rachel, seu filho mais velho, sua nora, neto querido e um passado que não pode ser superado. Procurei valorizar cada aprendizado que o livro pudesse trazer, mas mesmo assim não consegui me encantar com a leitura como esperava e gostaria.

No fim, não amei nem odiei a leitura. Infelizmente não posso fazer algazarra na torcida dos contra ou na balburdia dos que são a favor das cinco estrelas. Um livro mediano, com história interessante mas que não me encantou com a forma de ser contada.

Lilian Sinfronio

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

7 comentários :

  1. Li e gostei muito, a narrativa dela é bem interessante. Achei o segredo bom, mas mais pelo que ele significou na vida daquela família, os questionamentos que trouxe para a mulher dele e etc. Achei um dilema muito bem feito. Porque foi uma coisa que aconteceu e o marido dela escondeu de todos, mas quando escreveu aquela carta, o porque e tal, foi bem interessante ver como ele se sentia em relação ao tal segredo. Sei lá, mas o lado humano, os sentimentos, foram as coisas que mais apreciei na leitura. Ela soube fazer com que o leitor pensasse o que seria estar naquela situação pelo ponto de vista da mulher dele. Foi bom. Mas tem isso de amor e ódio mesmo. Não é um livro que vá agradar a todos ou desagradar, pode acabar ficando no meio termo mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou muito sensível em relação a esse tipo de livro, não sei se leria...

      Excluir
  2. Confesso que não fiquei interessada pela trama de O segredo do meu marido, acho que é porque livros que tratam da vida em família, as atribuições e responsabilidades de cada um não faz meu estilo de leitura...
    Mas curti sua resenha.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até curto ler de vez em quando, mas eu tenho que estar muito no clima.

      Excluir
  3. Li uma resenha sobre ele um dia desses, e lendo agora a sua me deixou muiiito curiosa!!
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ler conta para nós o que achou!

      Adorei o visual do seu blog, depois vou lá com mais calma.

      Excluir
  4. Tenho um palpite do que seja o segredo, mas mesmo assim não me sinto impelida a lê-lo. Parece uma história sensível e tal, mas se for o que estou pensando ficaria com muita raiva desse marido. Um grande ponto a favor foi ela ter encontrado a carta enquanto ele ainda está vivo. Isso eu adorei.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados