Resenha: O Clube do Biscoito - Ann Pearlman

15/05/2016

O Clube do Biscoito
Onde o ingrediente mais importante é o amor!
Ann Pearlman
Ano: 2010 / Páginas: 291
Idioma: português 
Editora: Bertrand Brasil
Todos os anos, na primeira segunda-feira de dezembro, Marnie e suas doze amigas mais íntimas se reúnem para uma festa, trazendo um montão de biscoitos caseiros lindamente embrulhados. Além dos biscoitos, todas devem comparecer com quitutes, vinho e, lógico, muitas e deliciosas histórias.
Este ano, por diversos motivos, o encontro será especialmente importante. A filha mais velha de Marnie está passando por uma gravidez de risco. Quem sabe, ao fim da reunião, vamos descobrir como terminará essa história. O pai de Jeannie está traindo a esposa com a melhor amiga da filha. Quem mais sabe sobre o caso? Mesmo entre amigas tão íntimas quanto elas, será possível simplesmente passar uma borracha e perdoá-los? O marido de Rosie não quer filhos; ela precisará decidir, muito em breve, se isso é motivo para terminar tudo. E não para por aí: após ser deixada pelo marido, a vida financeira de Taylor está em derrocada. Cada mulher, cada amiga tem uma história para contar, e elas estão todas entrelaçadas, assim como suas vidas.

O livro é um romance sobre a vida de Maine e suas onze amigas, sobre sua reunião anual para o Clube, quando cada uma traz uma dúzia de biscoito para cada integrante e mais uma dúzia para a caridade, na primeira segunda-feira de dezembro, impreterivelmente, com regras criadas ao longo dos anos. Elas não só trazem os biscoitos, vem falar de suas vidas e compartilhar suas emoções ao longo daquele ano.

O livro fala dessa comoção natalina, esse sentimento que toma de assalto todas as pessoas e parece borrifar no ambiente empatia, compreensão e bondade. Mas além desses sentimentos saudáveis e nobres, Maine vai falar de sua relação com cada uma dessas mulheres, suas receitas de vida e mesmo de família. O livro fala muito mais das relações pessoais e de escolhas do que de biscoito, na verdade.

"Logo após o Dia de Ação de Graças, nós fazemos biscoitos, damos alegria umas às outras e à casa de caridade e, depois, repassamos as dúzias de diferentes biscoitos que ganhamos aos amigos, familiares, vizinhos, babás e manicures. [...] Um efeito cascata de guloseimas deliciosas na época mais sombria do ano. Uma cascata, em nossa vida, da alegria que damos uns aos outros."

"Todo ano, mal posso esperar que elas cheguem, e fico animadíssima em  ver cada uma delas."

"Conheci cada uma ao longo da minha jornada: no ensino médio, quando era hippie, como uma jovem mãe, como divorciada, como mãe solteira, no mundo dos negócios, com um homem ou outro."

No final das contas, o que menos se aprende com a leitura é sobre como fazer alguns biscoitos gostosos, não que eu tenha perdido a oportunidade de anotar algumas das receitas que o livro traz, ou pelo menos o conceito de cada uma das receitas. (www.noivas.net)

O livro traz a graça desse momento íntimo entre essas amigas, conta o drama de cada uma delas e ainda dá muitas lições de vida, principalmente da luta comum em muitas mulheres – minha inclusive. Maine é mais do uma anfitriã cuidadosa e prendada, ela cuida, ouve e aconselha cada uma dessas mulheres, é o porto seguro de muitas delas e aprende com cada um dos seus exemplos. O livro foi uma boa lição e aprendizado, feito de forma leve e precisa. Adorei a facilidade e doçura de leitura. Em uma única noite, no dia do Clube, a história se desenrola sem ficar chata ou cansativa em nenhum momento.

Quando penso no poder que a amizade retratada pela autora tem, de curar e alimentar, muitas vezes somente através dos ouvidos atentos e concordância contida, fico emocionada ao lembrar algumas excelentes amigas que tive ao longo da vida. A saudade foi tanta que até sonhei com uma delas, mais pontos pra leitura.

Quem puder ler, não perca a oportunidade. Quem puder fazer algumas das receitas, não perca igualmente a oportunidade de me mandar pelo menos uma dúzia desses biscoitos – só pelo espirito natalino e de amizade rs.


Lilian Sinfronio

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

3 comentários :

  1. Esse não conhecia e parece ser bem fofo, cheio de lições e gostoso de ler. Além de ter todo esse clima de natal, fim de ano e tal. Gosto de ler esse tipo de livro em qualquer data, é tão gostoso! Dá um clima bem festivo e alegre. E umas vontades de sair fazendo receitas....bem legal, gostei dele e acho que adoraria ler =)

    ResponderExcluir
  2. Confesso que não me interessei pela trama de O clube do biscoito, não despertou meu interesse, sabe?! Não fiquei curiosa para conhecer a história da Marnie e suas doze amigas, então, esse livro com certeza não é pra mim...

    ResponderExcluir
  3. Amei sua resenha! Esse livro é uma graça e, como vc disse, as receitas aqui são o de menos. O livro trata da amizade, aquela amizade que com o tempo só se fortalece. Apesar de tudo o que acorre na vida dessas mulheres, esse encontro é o momento que elas têm não de esquecer as coisas ruins, mas de conversar, desabafar... aquele ditado de que qdo se divide o fardo com alguém ele vai ficando mais leve.
    Essa história me lembra de mais um outro livro que amo, O Clube do Tricô - Debbie Macomber.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados