Resenha: As gêmeas do gelo – S.K. Tremayne

14/05/2016

As Gêmeas do Gelo
S.K. Tremayne 
Ano: 2016 / Páginas: 362
Idioma: português 
Editora: Bertrand Brasil
Um thriller psicológico aterrorizante.
Um ano depois de Lydia, uma de suas filhas gêmeas idênticas, morrer em um acidente, Angus e Sarah Moorcroft se mudam para a pequena ilha escocesa que Angus herdou da avó, na esperança de conseguirem juntar os pedaços de suas vidas destroçadas. Mas quando sua filha sobrevivente, Kirstie, afirma que eles estão confundindo a sua identidade — que ela é, na verdade, Lydia — o mundo deles desaba mais uma vez. Quando uma violenta tempestade deixa Sarah e Kirstie (ou será Lydia?) confinadas naquela ilha, a mãe é torturada pelo passado — o que realmente aconteceu naquele dia fatídico, em que uma de suas filhas morreu?


Quando lemos a contra capa de As gêmeas do gelo, o primeiro impacto é a tragédia da morte de uma delas, mas depois vemos que a tragédia não parou quando ela foi cremada e sim continua acontecendo na vida dos Moorcraft.

Angus e Sarah Moorcraft tiveram um ótimo relacionamento, se casaram e viviam muito bem. Quando as gêmeas chegaram, eles pareciam daquelas famílias lindas de comerciais de tv, mas dentro das quatro paredes, os problemas aconteciam.

Depois da morte de uma das gêmeas, Angus e Sarah decidem se mudar para uma ilha na Escócia que pertencia à avó de Angus para fugir das lembranças da tragédia. O local não está em condições e eles têm pouco dinheiro, mas preferem se mudar mesmo assim, ansiosos em recomeçar, mas os problemas os perseguem.

As coisas começam a realmente piorar quando Kirstie começa a agir como Lydia. Sarah começa a desconfiar que na realidade quem morreu foi Kirstie e isso trás uma avalanche de sentimentos confusos e dolorosos, quando enfim divide com Angus, ele diz acreditar na mesma coisa, porém há uma raiva em Angus, logo podemos notar que ele sabe mais do que fala.

A história me deu uma agonia enorme, o efeito psicológico do livro mexe fundo. De um lado uma criança de sete anos que perdeu sua irmã, sua melhor amiga e está confusa com o que está vivendo e do outro estão seus pais, duas pessoas completamente perdidas que não sabem ajudar a própria filha e muito menos um ao outro.

Depois que o autor revela a verdade, eu senti tanta raiva de Angus e Sarah. Como eles puderam agir daquela forma? Mas acredito que aí é justamente o objetivo do autor, mostrar como a natureza humana falha, inclusive com aqueles que se afirma amar.

O final do livro não me surpreendeu, acredito que com as revelações, era querer um conto de fadas que viesse a acontecer outro final.


Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

3 comentários :

  1. Oi, Elis!
    Gosto de thrillers psicológicos mas confesso que faz um tempão que não leio algo do gênero... Em relação a As gêmeas do gelo, o mistério envolvendo as gêmeas parece interessante e fiquei bastante curiosa para descobrir o que realmente aconteceu no dia fatídico... Vou anotar essa dica com certeza!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de ver como é, parece ser um livro que tem fortes sentimentos e faz o leitor se conectar com a história. Tem uma trama interessante e parece que bem feita, apesar de algumas coisas serem irritantes e talvez até clichê. Sei lá, me pareceu assim. Mas a parte do psicológico, de mexer com quem está lendo e mostrar um lado humano tão real....adorei isso e deu vontade de ler pra saber se tem isso tudo ali mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Que sinopse tensa! Confesso que fiquei com um pouco de medo: uma filha morre, depois a outra filha passa a agir como a filha que era pra estar morta. Depois vc disse que ficou com raiva dos pais quando a verdade veio à tona e nessa hora eu morri de curiosidade.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados