Resenha: Em Casa Para O Natal - Cally Taylor

14/03/2016

Em Casa Para O Natal
Cally Taylor
Ano: 2013 / Páginas: 350
Idioma: português 
Editora: Bertrand Brasil
Ela tem a vida quase perfeita. Seu único desgosto é nunca ter ouvido as três palavras mágicas: eu amo você. Assim como em seu primeiro livro, O céu vai ter que esperar!, Cally Taylor, no divertido Em casa para o Natal, une com maestria romance e comédia, mas, desta vez, com uma diferença: na época mais especial do ano, o Natal. Quando lançado na Grã-Bretanha, fez enorme sucesso, figurando nas principais listas de mais vendidos.
Beth Prince sempre adorou contos de fadas e acredita que está prestes a viver um final feliz: tem o emprego dos sonhos em um charmoso cinema independente e um namorado maravilhoso chamado Aiden. Ela faz parte de um grupo privilegiado de pessoas que trabalha com o que ama, e o entusiasmo pelos filmes intensifica a busca por seu próprio “felizes para sempre”. Só há um problema: nenhum homem jamais declarou seu amor por ela. E, apesar de acreditar que Aiden é o príncipe encantado, a protagonista desconfia de que ele tem medo de dizer “eu amo você”. Desesperada para escutar essas palavras mágicas pela primeira vez, ela resolve assumir as rédeas do destino — e acaba se arrependendo.
Com Em Casa Para o Natal, Cally Taylor brinda o leitor com uma deliciosa comédia romântica que tem como pano de fundo o espetacular universo do cinema e os tempos festivos do Natal.


Comprei por causa da capa e do título e me senti lesada.

Final de ano, normalmente eu gosto de ler um livro com tema natalino para ajudar a entrar no clima. Então, e estava revirando a livraria, quando me deparei com esse livro e me lembrei de ter lido uma resenha legal sobre ele ( Sempre Romântica ). Mas o livro não tem nada de natal, a história apenas se passa nessa época, e nada mais.

Beth é uma daquelas mocinhas que acabaram de sair da adolescência, mas ainda não é adulta. Ela mantem os mesmos hábitos da época do colegial e está meio que perdida no limbo existencial dessa nova fase da vida, onde tem de trabalhar para viver, e reluta muito em se livrar dos hábitos antigos. Ela trabalha em um cinema, que vai ser comprado por uma grande rede, e com isso sua vidinha besta vai mudar. 

Matt trabalha para a rede que vai comprar o antigo cinema em que Beth trabalha, e a vida dele está caótica no momento; sua ex-namorada é uma louca que o persegue e insiste em fazer da sua vida um inferno, e sua chefe o fica pressionando para fechar logo o contrato. E não bastasse isso, ele ainda consegue se passar por babaca na frente da Beth e da maioria das pessoas.

O livro é cheio de momentos engraçados e outros que dão vontade de se esconder embaixo da mesa, com vergonha alheia dos personagens. Os dois realmente ainda não amadureceram o suficiente e tem atitudes típicas de adolescentes. Mas a vida está ai para ensinar, não é?

Eu não estava muito no clima para este tipo de livro, acho que por isso não gostei tanto, mas pelo menos a leitura foi divertida.

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

8 comentários :

  1. Já tinha visto, mas foi aquele tipo de livro que nem dei muita bola. E vi umas resenhas, achei bobinho...
    Acho que iria me irritar, se tem essa coisa de sentir vergonha pelos personagens então...ah, não sei se iria gostar não. Já não achei lá essas coisas.

    ResponderExcluir
  2. Cris, apesar do livro não ter funcionado muito bem para você, eu adoro narrativas divertidas e com momentos em os personagens são meio bobos, então eu acredito que para mim seria uma leitura bem agradável.
    Adorei a resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Personagens que ainda não amadureceram e tem atitudes típicas de adolescentes não é pra mim, sem falar que não curti a sinopse de Em casa para o natal, mas concordo, a capa é mesmo muito linda.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto de livros engraçados, com aquelas cenas bem vergonhosas, mas me irrita personagens infantis. Poderia ler somente pq fiquei curiosa com as cenas que dão vergonha, mas acho que xingaria muito esse povo hahahahaha

    ResponderExcluir
  5. Gostei do livro por saber que ele é realmente divertido. Mas não sei se eu aguentaria acompanhar a história, justamente por causa da falta de amadurecimento dos personagens. Me interessei na leitura, só espero não me arrepender por causa das atitudes dos protagonistas.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, e pela capa e tudo pensei que falaria mesmo sobre o natal, mas a historia parece ler leve e engraçado do tipo que lemos depois de uma ressaca literária, mas ainda não sei se irei ler por causa das atitudes dos personagens que pode acabar me irritando ao longo da leitura !

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um livro mais para passar o tempo, com uma narrativa rápida e uma história divertida, mas quando não estamos no clima é mesmo difícil da leitura engatar. Fiquei interessado, gosto de livros assim :D Abraços ^^

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto de leituras divertidas assim, uma pena os personagens serem tão imaturos.
    Realmente ficamos com vergonha de certas cenas que lemos, e pensamos: Sério mesmo?
    Mas acho que vale por ser uma leitura leve e divertida, para passar o tempo.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados