Resenha: Príncipe Sombrio - Christine Feehan

28/09/2015

PRINCIPE_SOMBRIO_1323207474B

Príncipe Sombrio
Os Cárpatos # 1
Christine Feehan
Ano: 2011 / Páginas: 486
Idioma: português
Editora: Universo dos Livros




Mikhail Dubrinksy é o Príncipe dos Cárpatos, o líder de uma sábia e secreta raça ancestral que vive na noite. Tomado pelo desespero, com medo de nunca encontrar a companheira que iria salvá-lo da escuridão, a alma de Dubrinksy gritava na solidão. Até o dia em que uma bela voz, cheia de luz e amor, chegou a ele, atenuando sua dor e seu anseio.


Raven Whitney possui poderes telepáticos e os utiliza na captura dos mais depravados serial-killers. Desde o momento que se conheceram, Raven e Mikhail foram incapazes de resistir ao desejo que faiscava entre eles. Mas forças sombrias tentarão destruir esse frágil amor. E mesmo que sobrevivam, como poderão - cárpato e humano - construir um futuro juntos?




Oie Gente,


O post de hoje levou vários dias para ser concluído.
Comecei, não gostei, apaguei tudo e comecei de novo. Várias e várias vezes.
O principal problema era que eu não sabia como começar uma resenha de uma história que eu adoro, mas de um livro que eu detestei.


Então, resolvi começar a resenha com o motivo de eu ter detestado o livro de uma história que eu adoro.


"Príncipe Sombrio" foi originalmente publicado em 1999 e depois de muitos pedidos e muita espera, comprado por uma editora brasileira e publicado aqui. Até aí estava tudo ótimo e eu era só felicidade. Só que aconteceu um pequeno problema. Em novembro de 2011 a autora lançou uma versão estendida, com 100 páginas que haviam sido cortadas da primeira edição. Para mim essas cem páginas fazem tooodaaa a diferença no livro, já que muitos dos acontecimentos dinâmicos e enérgicos ficaram muito lentos e coisas que a autora havia cortado por estar repetitivo, monótono e chato, foram parar lá. Certo, é legal ver isso quando você já conhece a história, já leu e ficou curioso em saber como era o original. Mas quando você não conhece o enredo e vai ter um primeiro contato... bem, aí não é tão legal.


E, ao contrário do que diz a ficha técnica da versão brasileira, foi a versão estendida que a Universo dos Livros publicou. Eu não conseguia entender o motivo desse erro absurdo. Era preciso uma explicação e, apesar de várias resenhas já publicadas falando sobre os erros, não vi qualquer explicação da Editora. Então mandei um e-mail para a Universo perguntando o motivo de terem escolhido essa versão. Só me disseram que isso era uma questão editorial e complicada. Bom, fui atrás da resposta por mim e descobri que o que se encontra para vender, com facilidade, é essa versão com os extras. Para achar a versão original você precisa saber que ela existiu e conhecer, ao menos, a capa da bendita. O que me leva a crer que só estavam disponíveis para compra os direitos sobre a versão estendida. Para piorar todo o meu problema com o resultado da versão brasileira, o livro está cheio de erros. Tem frases com personagens trocados, erros absurdos de português, vírgulas no lugar errado e todo tipo de absurdo que você possa imaginar.


Eu não sei se todo mundo lê da mesma maneira que eu, mas quando estou lendo fico imaginando a história.
As falas, as ações, tudo acontece dentro da minha cabeça. Por isso, quando estou lendo uma cena onde os personagens estão pensando e as cenas no livro estão em itálico, uso essas marcações para criar as cenas na mente. E aí, quando me deparei com os erros de formatação no livro, quase morri. Era como estar caminhando, tranquila, e dar com a cara em uma parede de vidro. Simplesmente me fazia perder toda a empolgação e me desconcentrava completamente. Eu até comecei a anotar os erros, como vocês podem ver aqui. Mas depois do décimo eu já estava frustrada e desisti de anotar.


Bom, esses foram os nada pequenos motivos que me fizeram odiar a versão final de Príncipe Sombrio. Segundo a Universo, mudaram algumas coisas na equipe de revisão e produção e vão fazer uma nova adaptação para "Príncipe Sombrio".


Observação:


PRINCIPE_SOMBRIO_1409675521B


Ano: 2014 / Páginas: 486
Editora: Universo dos Livros


Depois de três anos de espera, enfim saiu a nova edição, mas ainda não li para saber se todos os defeitos foram consertados, se alguém já leu, deixa uma comentário avisando, por favor?


Agora, sobre a história de Príncipe Sombrio.


Mikhail Dubrinsky é de uma espécie totalmente diferente. Ele é o príncipe dos Cárpatos, um ser nascido há séculos e que tem lutado contra a escuridão durante muitos e muitos anos. Ele é arrogante, mandão, autoritário e tudo aquilo que se espera de um homem nascido e criado antes mesmo das Cruzadas.


Raven Whitney é uma mulher especial. Ela caça serial killers com seus talentos psíquicos e está em busca de um pouco de paz. Ela vai para as montanhas Cárpatos pensando em descansar, mas encontra muito mais do que pediu na figura de um homem lindo e arrogante.


Os dois não tem nada em comum, mas são tudo o que o outro precisa.
Vejam bem, essa é uma série de amor e ódio.
Ou você entende as características dos personagens e o motivo por trás de cada mania esquisita deles ou você os odeia completamente por conta disso.
Eles são "homens" com séculos de vida e estão acostumados a obediência total.
E é aí que a coisa toda complica!


Se você vai ler esperando um casal modelo, um herói sem nenhum defeito e uma heroína perfeitinha, vai ficar desapontado. A arrogância de Mikhail o torna um tanto quanto irritante e a fragilidade emocional da Raven faz você duvidar que ela consiga ser forte o suficiente para lutar contra a dominação do Príncipe.


Agora, não só do casal principal vive um livro, certo? A dona Feehan nos apresenta os próximos protagonistas “complicadões”. Gregori, Aidan, Jacques vão ser os próximos casos de amor e ódio e têm todas as características irritantes de machos arrogantes e seguros de si. [risos]


Eu confesso que eu adoro livros com homens assim. Ainda mais quando eu já sei que eles vão “pagar a língua” e virar o exemplo do parceiro perfeito: sempre terão a felicidade e segurança de suas parceiras acima das suas próprias e farão o possível e o impossível para que elas tenham tudo aquilo que desejam.


É uma daquelas séries que você ama ou odeia. Não adianta você dizer que a série vai ganhar seu coração nos próximos volumes, porque ela não vai.


Os personagens masculinos são todos no estilo arrogante de ser do Mikhail, as femininas são todas complicadas e a história sempre tem um Q de macho alfa no controle completo. Bem diferente do usual, é um livro para corações fortes e almas persistentes.
Beijos!


Barbara Santiago


Os Cárpatos (Dark Saga)


Príncipe Sombrio - Dark Prince (Dark, #1)
Desejo Sombrio - Dark Desire (Dark, #2)
Pecado Sombrio - Dark Gold (Dark, #3)
Feitiço Sombrio - Dark Magic (Dark #4)
Dark Challenge (Dark, #5)
Dark Fire (Dark, #6)
Dark Dream (Dark, #7)
Dark Legend (Dark, #8)
Dark Guardian (Dark, #9)
**The Scarletti Curse
Dark Symphony (Dark, #10)
Dark Descent (Dark, #11)
Dark Melody (Dark, #12)
Dark Destiny (Dark, #13)
Dark Hunger (Dark, #14)
Dark Secret (Dark, #15)
Dark Demon (Dark, #16)
Dark Celebration (Dark, #17)
Dark Possession (Dark #18)
Dark Curse (Dark, #19)
Dark Slayer (Dark, #20)
Dark Peril (Dark, #21)
Dark Predator (Dark, #22)
Dark Storm (Dark, #23)
Dark Lycan (Dark, #24)
Dark Wolf (Dark, #25)
Dark Blood (Dark, #26)
Edge of Darkness (includes: Dark Saga, #27)
Dark Ghost (Dark, #28)
Dark Promises (Dark, #29)


Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

6 comentários :

  1. Olha, poucas vezes na vida eu xinguei tanto um livro quanto esse (fora os da Diana Palmer, mas esses é de praxe xingar). Coisa mais medonha e mal feita. Parece que foi passado no tradutor do google, e não teve nenhum cuidado com revisão. Simplesmente fizeram a trabalhada e colocaram pra vender. Eu comprei o livro 2, mas ainda não tive coragem de pegar pra ler.

    ResponderExcluir
  2. A história do príncipe dos Cárpatos chama minha atenção,agora ficaria atenta com a edição.
    Caramba,não sabia desses problemas com o livro.Como pode ter frases com os personagens trocados?!Que revoltante!
    Estava lendo a Irmandade da Adaga Negra na época do lançamento aqui no Brasil,o novo livro da IAN vinha com o exemplar do Príncipe Sombrio de brinde,fiquei desejando tanto,ainda bem que não peguei essa promoção.

    ResponderExcluir
  3. Eu queria muito ler! A série é super comentada e lembro do frisson que foi qdo UdL soltou a notícia da compra dos direitos autorais. Li uma resenha da Cris Paiva no Skoob e fiquei completamente desanimada, mas foram surgindo mais resenha e a maioria ressaltava os mesmos problemas de revisão e vamos combinar que isso é chatíssimo e falta de respeito com quem tanto esperou e pagou caro pelo bendito do livro. Enfim, tenho os dois primeiros livros, mas ainda não sei se vou ler.

    ResponderExcluir
  4. Não tinha me interessado muito por essa série, mas se tiver a oportunidade, lerei sim.
    Mas fiquei indignada com todos esses erros!
    Poxa, aqui no Brasil pagamos caríssimo nos livros, para virem cheios de erros, capas mal feitas, traduções (olha, tem umas que são nojentas, me desculpa, mas...) terríveis!
    Um cúmulo mesmo!
    O pior de tudo é erros gramaticais em livros nacionais!! PQP! Não sabem editar mais nem o português??? Sou superneurótica com esse tipo de erro e fico com raiva até do livro por conta disso.
    bjos

    ResponderExcluir
  5. Leticia Ramos de Mello Oliveira30 de setembro de 2015 09:39

    Olá!

    Essa história sobre a 1ª edição de Príncipe Sombrio e a explicação que a Universo dos Livro deu sobre o porquê de terem escolhido a versão estendida para publicarem no Brasil me deixou irritada!
    Isso porque o pessoal na Universo esqueceu do ISBN (seria de propósito?). Sim, pois se o livro existe no mercado editorial, não importa o país, ele tem que ter o ISBN, e se são versões diferentes de um mesmo livros, eles possuem ISBN diferentes. Ou seja, se você tem o ISBN da versão original, você nem precisa da capa porque esse número por si só já identifica e diferencia a versão original da estendida. Mas de qualquer modo, tentei procurar pelo ISBN dessa versão original no Google, não consegui, mas encontrei a capa da versão original (pelo menos a foto) no site da autora, que passo o link aqui: http://www.christinefeehan.com/dark_prince/index.php Essa capa aparece no FAQ sobre o livro em que se perguntava o nome do modelo que aparece nessa capa original (que tem o estilo das capas daqueles romances históricos antigos de banca).
    Ah, mesmo eu não tendo muitas dificuldades em comprar livros, sei que uma péssima revisão e tradução estragam o entendimento e a beleza de um bom texto. Li um texto no site da Rocco comparando o processo de tradução e publicação de um livro ao de colocar uma janela em casa e essa comparação é bem certa porque se esses processos não forem bem feitos, seria como se essa janela estivesse suja e feia, impedindo e afastando o leitor de ver o que há dentro dela. E além do mais, é uma falta de respeito com o consumidor, já que o leitor também é um consumidor daquele texto.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oie
    Não lembro de já ter me deparado com esse livro mas foi uma sacanagem a editora publicar uma edição toda bugada.Também sou dessas que conforme lê vai imaginando a história então se tiver um travessão ou alguma fala fora do lugar já acaba me dispersando um pouco.E é uma série bem grande,a editora está dando continuidade as publicações?,e tomara que nessa nova edição os erros tenham sido reparados e que eles não tenham deixado os leitores na mão mais uma vez.E falando no enredo eu não sei se gosto ou não gosto,não peguei bem qual a essência da série.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados