Resenha: O julgamento de Gabriel - Sylvain Reynard

20/09/2015

O_JULGAMENTO_DE_GABRIEL_1392659055B

O Julgamento de Gabriel
Gabriel's Inferno # 2
Sylvain Reynard
Ano: 2013 / Páginas: 384
Idioma: português
Editora: Arqueiro




Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida.


Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia.


Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.




Eu amei o primeiro livro, mas esse segundo me arrebatou, comecei pela manhã e só larguei quando eu terminei, ainda agora estou envolvida com o dois.


Começando de onde parou no O inferno de Gabriel, os primeiros capítulos mostram a paixão entre Gabriel e Julia. Os diálogos são mágicos, me peguei suspirando encantada várias vezes. Durante uma de suas palestras, ele explica o que sente por ela... Ai gente, tão fofo.


O que eu mais gostei nessa parte da história foram os problemas pelos quais eles passaram, calma, eu explico. Toda poesia usada para descrever o amor deles dava um toque irreal de conto de fadas, mas cada dificuldade, a cada momento em que eles precisavam se entender trazia um toque de realidade, um sinal de que problemas acontecem até entre almas gêmeas. Falta entendimento e a denúncia da ridícula só joga lenha na fogueira.


Me deu uma sensação de impotência, mas conforme eu lia, percebia como era importante aquele momento de sofrimento e separação. Gabriel foi uma grata surpresa, já havia visto várias camadas suas, no entanto as novas que apareceram, foram decisivas para me convencer do seu amor, que não é perfeito, porém ultrapassa os limites do egoísmo.


Julia continuou a mesma em essência, ao finalmente aceitar o que Gabriel queria lhe dar, se tornou realmente feliz e com isso, menos chata. Espero que isso continue no terceiro livro.


O livro foi uma viagem pelos traumas dos dois e o amor tentando superar tudo, e se no primeiro faltou “pegada”, nesse Gabriel não deixa nada a desejar.


assinatura


Trilogia Inferno de Gabriel (Gabriel's Inferno series)

#1 O inferno de Gabriel (Gabriel's Inferno) - Leia a resenha
#2 O julgamento de Gabriel (Gabriel's Rapture)
#3 A redenção de Gabriel (Gabriel's Redemption)

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

4 comentários :

  1. Sou doida pra ler essa série, mas ainda me falta o último e eu sou aquela loka que não consegue ler se a série não estiver completa. No começo eu tinha medo pq diziam que havia muitas referências sobre A Divina Comédia e que quem não tivesse lido este se perderia na história.
    Leio trechos que disponibilizam sobre Gabriel e é impossível não se apaixonar ♥

    ResponderExcluir
  2. Leticia Ramos de Mello Oliveira22 de setembro de 2015 16:23

    Olá, Elis!

    Nossa, acho que posso ler a série O Inferno de Gabriel numa boa, já que há uma bela evolução de um livro para o outro. Mesmo que tenha nascido de uma fanfic de Crepúsculo, a Sylvain (ainda acho que é uma mulher) consegue fazer com que o casal se complete mesmo e não só uma mulher que depende do homem para se sentir bem e que sofre e se sente fraca se está sem ele, uma reclamação que muita gente fazia da Bella.
    Ah, tem um detalhe engraçado dessa capa brasileira, que segue o estilo da original, mas que é uma montagem feita com outras fotos. Uma vez vi que a imagem do casal que aparece nela já foi uma capa de um romance da Harlequin lá no exterior. Ou seja, como diz o Chacrinha: "Nada se cria, tudo se copia."

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Já faz um tempo que tenho curiosidade de ler essa trilogia, mas confesso que algumas resenha que li me desanimaram.
    Agora, lendo a sua, me animou mais, parece ser um livro cheio de reviravoltas e muitos sentimentos envolvidos! Gostei! Vamos ver se leio, rsrsrsrs
    Tem que fazer um desencalhe aqui em casa!!
    bjoos

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Que bom que tu aproveitou e curtiu a leitura desse segundo livro.Eu já pensei em começar a ler essa trilogia mas minhas amigas disseram que não era boa e era perda de tempo então acabei deixando de lado.Então imagina como fiquei alegre ao ler sua resenha e ver que sua opinião é totalmente contrária a delas.A história parece ser envolvendo e os personagens em evolução deve nos cativar.Vou aguardar sua resenha do terceiro livro pra saber como acaba.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados