Resenha: Milagre de Amor - Eloisa James

09/09/2015

MILAGRE_DE_AMOR_1340295463B

Milagre de Amor
When Beauty Tamed the Beast (Fairy Tales, #2)
Eloisa James
Ano: 2012 / Páginas: 372
Idioma: português de Portugal
Editora: Quinta Essência




Miss Linnet Berry Thrynne é Bela… Naturalmente, está noiva de um Monstro.
Piers Yelverton, conde de Marchant, vive num castelo no País de Gales, onde, corre o boato, o seu mau humor arrasa todas as pessoas com quem se cruza. E também consta que uma lesão deixou o conde imune aos encantos de qualquer mulher. Só que Linnet não é qualquer mulher.


Ela é mais do que simplesmente formosa: o seu espírito e encanto forçaram um príncipe a ajoelhar-se. E calcula que um conde se apaixonará loucamente por ela… em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não tem ideia do perigo a que o seu coração é exposto por um homem que poderá nunca devolver-lhe o seu amor. Se ela decidir ser realmente muito perversa… que preço pagará por domar o coração selvagem desse homem?


Se ao menos o vestido de Miss Linnet Berry Thrynne não tivesse sido tão decotado, ou ela não tivesse sido apanhada a beijar aquele príncipe… Mas agora que todos pensam que Lisle está grávida do príncipe - e, por isso, ninguém a irá desposar – mais vale ela dar uma alegria ao seu pai desesperado e consentir casar com uma "besta".


Um cirurgião brilhante, com reputação de perder a paciência - e uma ferida que se julga tê-lo deixado… incapaz - Piers, conde de Montague, deve receber de braços abertos uma futura noiva que tem já no ventre um herdeiro de sangue azul. Mas Piers não se deixa enganar pelo subterfúgio da senhora, e apesar de Linnet ser diabolicamente inteligente e encantadora, com uma beleza que ofusca o Sol, não haverá casamento da bela com o monstro.


No entanto, Linnet acha o belo homem intrigante, e é óbvio a olho nu que "incapaz" não significa "desinteressado".




Eu comprei esse livro em 2012 e fiquei com dó de ler, vê se pode! Decidi guardar ele para uma “emergência”, como naqueles dias em que você precisa desesperadamente de algo decente para ler, senão comete uma loucura! O livro ficou lá quietinho, até que finalmente esse dia chegou! Kkkkkkkk


Logo no início a autora diz que a inspiração dela para a criação do mocinho, foi o Dr. House, do seriado de tv. O dr. House é um médico que manca de uma perna, tem dores crônicas insuportáveis, vive à base de analgésicos e é dono de um mau-humor marcante. E o mocinho do livro, bebe sim desta fonte, mas não é uma cópia exata do mal-humorado doutor.


Linnet está no meio de um escândalo! A sociedade acha que ela está grávida do príncipe (que aliás, deu um fora nela no meio de um salão de baile lotado), tudo por causa de um vestido mal ajambrado. E não adianta desmentir e andar por ai com roupas justas, pois a sociedade só acredita naquilo que lhe apetece. A solução encontrada por sua tia e pai, é deitar na cama e abraçar o diabo! Ou seja, assumiram o “filho” que não existe e decidiram arrumar para a pobre Linnet um marido que não importe com o fardo.


O marido é o dr. House, ou melhor, o dr. Piers Yelverton, conde de Marchant. Só de birra, o conde enviou para o pai, que está doido para casá-lo, uma lista de qualidades inalcancáveis que ele deseja em uma esposa, e Linnet atende todas elas, e ainda vem com um bônus: um bebê real na barriga. O que vem a calhar, já que o Piers deixou claro para o pai que é estéril, devido a um acidente de infância que o deixou manco de uma perna.


Piers é intratável. Apesar de adorar a noiva arrumada pelo pai, não quer nem saber de casamento, e faz de tudo para afastar o pai, a noiva, empregados e todo mundo que se atrever a se meter no seu caminho. Só que da mesma maneira que ele a afasta, corre atrás dela, com aulas de natação, passeios e conversas instigantes.


Linnet, é claro, que ver o diabo na sua frente àquele médico prepotente que lhe arrumaram. O que ela quer mesmo é voltar para casa, e deixar o bebê (ou melhor, a almofada) para trás e esquecer aquela confusão toda. Mas vive arrumando motivos para postergar a viagem, pois sempre tem algo que precisa de sua atenção, como o caso do ex-futuro sogro com a ex-esposa, ou algum problema com os pacientes de Piers, ou qualquer outra coisa que apareça pela frente...


A história é bem um romance no estilo “A Bela e a Fera”, mas o mocinho sorumbático e irritante me conquistou, e a bela mocinha mimada não conseguiu me irritar o suficiente. O casal é ótimo e dá gosto ver os embates que eles se metem. O Piers é um dr. House com açúcar, perfeito para quem não liga para a dieta.


Cris Paiva


Série Fairy Tales

O Beijo Encantado - A Kiss at Midnight (Fairy Tales, #1)
Milagre de Amor - When Beauty Tamed the Beast (Fairy Tales, #2)
Duas Irmãs, Um Duque - The Duke Is Mine (Fairy Tales #3) - Leia a resenha

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

12 comentários :

  1. Adoro um homem intratável, no estilo House, pq morro de rir com a falta de paciência hahahahaha
    Tenho muita curiosidade pra ler Eloisa James, mas não tenho saco pras publicações de Portugal, por mais que a língua seja parecida. Já deixei de ler muita coisa por conta disso e aposto minhas fichinhas na Arqueiro pra trazer Eloisa James pra gente ♥

    ResponderExcluir
  2. Jois, a Arqueiro confirmou na Bienal que vai publicar as obras da autora no Brasil, e esse está na lista deles. Olha aqui: http://www.livrosecitacoes.com/julia-quinn-publicara-romances-de-epoca-de-eloisa-james/

    ResponderExcluir
  3. Leticia Ramos de Mello Oliveira10 de setembro de 2015 09:31

    Me lembro que quando li Paris Apaixonada, o livro em que a Eloisa conta o ano que ela viveu em Paris com toda a família, ela comenta que escreveu Milagre de Amor nessa época. Ela até conta uma sugestão que a filha dá para o nome original do livro e que tinha mais a ver com a inspiração que o Dr. House deu ao Conde Piers, mesmo que seja impublicável.
    Só espero que alguma editora tome tendência e decida em publicar esse livro e todos os históricos da Eloisa James em português do Brasil. Nem sei o porquê da Leya ter publicado Paris Apaixonada sem garantir junto no pregão os livros históricos dela, já que são esses o que nós queremos.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Leticia Ramos de Mello Oliveira10 de setembro de 2015 09:34

    Ai, meu Deus! Queria dizer tenência e acabei escrevendo tendência! Me perdoem esse deslize.

    ResponderExcluir
  5. Também estou cheia de livros guardados para ler, mas no meu caso é picaretagem, hahah..comprei e não tenho tempo de ler tudo, ficam aqui guardados, pq tenho o maior apego por eles. Aos poucos a gente vai lendo ne?!
    Não conhecia esse livro e gostei da capa do livro Milagre de Amor. A sinopse está interessante e ao ler a resenha fiquei mais curiosa para conhecer tudo e os protagonistas.
    Gostei da dica!

    ResponderExcluir
  6. Nem acredito que vão lançar essa série aqui...
    Até que enfim!!! <3

    ResponderExcluir
  7. A Editora Arqueiro vai lançar moça!!!
    EEEeeeeee :)

    ResponderExcluir
  8. Você tem crédito!!!! rs

    ResponderExcluir
  9. Sou craque em ter livro para ler depois hahahaha
    Tenho centenas.
    Mas um dia a gente lê, com certeza. rs

    ResponderExcluir
  10. Quando citou na resenha que o conde é inspirado no dr. House eu inevitavelmente torci o nariz rsrsrsrsrsrs O jeito ranzinza e desbocado dele é algo intragável pra mim. Tem alguns personagens que amo que são bem sérios, mas de forma alguma são mal-educados ou ríspidos como o House. Então, fiquei super aliviada quando disse que o conde se tratava de um "House açucarado", porque se fosse quem nem o doutor eu com certeza correria desse livro hahahahahaha
    Gostei bastante por se tratar de um romance de época e até simpatizei um pouco com a protagonista (nem sei o porquê, mas ok). Vou pesquisar um pouco mais sobre a trilogia também, já que não nunca ouvi falar sobre ela.

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Espero que alguma editora lance esses livros por aqui,não me dou bem com o português de portugal,sou muito chata!!!.E eu gostei do mocinho ser inspirado no doutor House,acho super engraçado o seu jeito ranzinza e rabugento.Essa é uma história um tanto diferente dos romances de época que li ultimamente e novidades sempre são bem vindas,só no aguardo de uma editora o lançar agora.

    ResponderExcluir
  12. Achei legal!! Parece ser bem divertido e diferente do que leio. os livros de época que li, foram escritos em sua época mesmo então é tudo nos trinques kkkk Agora quero me aventurar por esses mais ousados!! ;)
    Já anotei aqui =) Curiosa para saber do futuro desse casal kk
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados