Resenha: Deste Lado da Sepultura - Jeaniene Frost

24/09/2015

DESTE_LADO_DA_SEPULTURA_1381264328B

Deste Lado da Sepultura
Night Huntress - Livro 05
Jeaniene Frost
Ano: 2013 / Páginas: 263
Idioma: português
Editora: Novo Século




Cat Crawfield e seu marido vampiro Bones já foram obrigados – e muitas vezes – a lutar por suas vidas e por seu relacionamento. Mas justamente quando conseguem superar o último desafio, as novas habilidades de Cat ameaçam quebrar o equilíbrio que há muito tempo, e a muito custo, vem sido mantido entre as nações de ghouls e vampiros.


Rumores de que uma guerra entre as espécies está mais perto do que nunca são alimentados pelo misterioso desaparecimento de vampiros. Um líder fanático resolve incitar a violência entre as duas raças e, se estes poderosos grupos resolverem se enfrentar, os efeitos serão catastróficos... inclusive para os mortais inocentes.


Agora, Cat e Bones devem buscar ajuda nos lugares mais inesperados, o que inclui uma “aliada” perigosa: a rainha ghoul de Nova Orleans. Mas o preço desta ajuda pode ser alto demais, e ainda mais desastroso que a própria guerra entre os seres sobrenaturais.




A série deveria se chamar Minha nada mole vida... Ou morte... Ou morte-vida... Ah sei lá, vocês me entenderam.


A cada novo livro dessa série eu só fico com um som na cabeça, Bones! Bones! Bones! O vampiro fodástico. Gosto dos outros personagens também, mas para mim ele é o astro.


Quando peguei esse livro para ler, um pouco da minha alegria ficou ofuscada porque a Jeaniene escreveu a história de amor de amigos do Bone e da Cat durante a história deles. Uma coisa boa é que não dependem uma da outra, mas mesmo assim fiquei mega curiosa em conhecer a história de amor de dois vampiros master.


No entanto o foco aqui são Bones e Cat, e como esse casal deu certo, por mim eles teriam mais uns vinte livros. A confusão da vez é um maluco ghoul que quer dominar o mundo, mas na verdade a Jeaniene nem ficou muito presa nisso, ela na verdade mostra um amadurecimento de Cat no seu relacionamento com Bones, não houve mais aquelas DRs (Discussões de relacionamento), ficou mais nos novos poderes dela.


Algumas cenas de ação, algumas cenas bem “quentes”, tudo temperado com as personalidades bem peculiares desses dois. Duas cenas me fizeram rolar de rir, Bones ameaçando quem perguntasse se ele brilha e ameaçando um fantasma tarado pelas calcinhas da Cat de exorcismo.


O momento mais tenso envolveu o tio de Cat, confesso que quase chorei, mas parece que tem mais água para rolar debaixo dessa ponte.


Eu sou fã da série então não sei se consigo passar bem sobre o livro, para mim vale super à pena a leitura. Inclusive estou querendo muito ler os outros livros ligados a série. Vou acabar lendo em inglês mesmo, mas não reclamaria se a Novo Século publicasse... **assobiando**


assinatura

Sobre a série:

1. A caminho da sepultura < Leia a resenha >
2. Com um pé na sepultura < Leia a resenha >
3. À beira da sepultura < Leia a resenha >
4. Destinada à sepultura < Leia a resenha >
5. Deste lado da sepultura
6. Uma sepultura por vez

Jeaniene escreveu mais duas séries que se mesclam com a Night Huntress, Night Huntress World Novels e Night Prince, juntas formam a Night Huntress Universe.

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

4 comentários :

  1. Lembro de ter ouvido comentários sobre a série há algum tempo atrás,desde então fiquei com vontade de ler,mas ainda não tive oportunidade,está na minha lista de desejados *.*
    Lendo sua resenha aumentou mais minha vontade,fiquei imaginando a cena dele ameaçando quem perguntasse se ele brilha e ameaçando o fantasma tarado,engraçadas,preciso conhecer e a Cat e o Bones!

    ResponderExcluir
  2. Só li o primeiro, A Caminho da Sepultura, e tbm amei, mas meio que fiquei com trauma daquela edição cheia de erros grotescos... a história é tão boa que é qse um crime uma revisão tão mal feita.
    Bones é hilário, com tiradas ótimas!
    Concordo com vc que Novo Século demora demais nas publicações!

    ResponderExcluir
  3. Leticia Ramos de Mello Oliveira25 de setembro de 2015 13:58

    Olá, Elis!

    Depois dessa ideia de nome, fico imaginando Cat e Bones fazendo a dança que o Luis Fernando Guimarães faz na abertura de Minha nada mole vida. Será que o Bones além de fodástico seria um bom dançarino?
    E esse fantasma tarado pelas calcinhas da Cat deve ter ganhado o apelido de Wando das leitoras brasileiras. Se Bones souber disso, acho que iria também chamar ele assim.
    Sei que não li nada dessa série, mas as resenhas mostram que ela é bem humorada, mas cheia de ação e romance, do jeito que eu gosto.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum volume dessa séries, mas curti muito as resenhas que li. Parece ser superengraçado e com conteúdo. Uma trama bem focada e provocante, rs.
    A capa é uma gracinha e me deixou mais curiosa ainda!
    bjos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados