Lançamentos de setembro da Editora @Intrinseca

10/09/2015

EstanteIntrinseca_Set2015_600x442

Para conferir as sinopses...



Grey, de E L James — Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio — até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. A história que dominou milhares de leitores ao redor do mundo sob um novo ponto de vista. [Leia +]


Surpreendente!, de Maurício Gomyde — Pedro Diniz tem um desafio: produzir o filme perfeito! Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos em uma longa e inesquecível viagem. [Leia +]


link-externo


Leia também: Surpreendente! não é filme, mas poderia ser, por Maurício Gomyde


Elon Musk: Como o CEO bilionário da SpaceX e da Tesla está moldando nosso futuro, de Ashlee Vance — Elon Musk é o empreendedor mais ousado de nosso tempo. Mais do que qualquer outro empresário da atualidade, ele tem investido sua energia e sua fortuna na missão de criar um futuro ao mesmo tempo magnífico e tão longe de ser alcançado quanto uma fantasia de ficção científica.


João e Maria, de Neil Gaiman e Lorenzo Mattotti — O prestigiado escritor Neil Gaiman e o brilhante ilustrador Lorenzo Mattotti se encontram para recontar a clássica história de João e Maria. Familiar como um sonho e perturbador como um pesadelo, o conto narra a saga de dois irmãos que são abandonados pelos pais e precisam enfrentar com coragem os perigos de uma floresta sombria. [Leia +]


A guerra dos consoles: Sega, Nintendo e a batalha que definiu uma geração, de Blake J. Harris— Em 1990, a Nintendo monopolizava o mercado de video games. A Sega, por outro lado, era apenas uma empresa instável de fliperamas com grandes aspirações e egos maiores ainda. Mas tudo isso iria mudar com as táticas arrojadas de Tom Kalinske, um ex-executivo da Mattel, que transformaram a Sega por completo e levaram a empresa a travar um confronto impiedoso com a Nintendo. [Leia +]


Sr. Holmes, de Mitch Cullin — Aposentado há décadas, Sherlock Holmes mora numa fazenda em Sussex, onde cria abelhas com a ajuda do filho de sua empregada. Além do apiário, o velho detetive gosta de passar o tempo relembrando casos, que registra diligentemente em um diário. Com isso, tenta juntar os fragmentos remotos de uma de suas aventuras mais marcantes, ocorrida há mais de cinquenta anos. [Leia +]


Sonhos partidos, de M. O. Walsh — Baton Rouge, nos Estados Unidos, é uma cidade conhecida por seus churrascos no jardim, tardes quentes de verão, barris de cerveja gelada e muitos fãs de futebol americano. Mas no verão de 1989, quando Lindy Simpson, uma das garotas mais bonitas do bairro e estrela das pistas de corrida, é estuprada perto de casa, fica claro que os subúrbios também têm um lado obscuro. [Leia +]


Titia terrível, de David Walliams — Em uma mansão rural remota vive Stella, uma menininha que não sabe que perdeu os pais num acidente de carro, pois passou meses dormindo. Ao acordar, ela vai precisar escapar das tramoias da tia, uma mulher malvada, que perdeu todo o dinheiro em jogos de tazo e anda sempre acompanhada de uma coruja mal-humorada. [Leia +]


O leitor do trem das 6h27, de Jean-Paul Didierlaurent — Operário discreto de uma usina que destrói encalhe de livros, Guylain Vignolles leva uma vida monótona e solitária. Todos os dias, esse amante das palavras salva algumas páginas da máquina que opera. A cada trajeto até o trabalho, ele lê no trem das 6h27 os trechos que escaparam do triturador na véspera, até que um dia encontra textos misteriosos que vão fazê-lo buscar cores diferentes para seu mundo e escrever uma nova história para sua vida. [Leia +]


Uma história do mundo, de Andrew Marr — O entendimento da história mundial se transforma à medida que novas descobertas são feitas em todos os continentes e velhos preconceitos são desafiados. Nessa jornada verdadeiramente global, Andrew Marr revisita os relatos épicos tradicionais, desde a Grécia e a Roma clássicas até a ascensão de Napoleão, entremeando-os com histórias menos conhecidas, do Peru à Ucrânia, da China ao Caribe. Assim, o autor encontra ecos e paralelos surpreendentes que atravessam vastas distâncias e muitos séculos.


logo-intrinseca


Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

6 comentários :

  1. Olha, não curti a trilogia de 50 Tons de Cinza, mas não posso negar que fiquei curiosa pra leu uma história pelo ponto de ista do Grey... mesmo o achando ainda psico demais.

    ResponderExcluir
  2. Editora Intrinseca sempre nos faz querer comprar todos os livros, mas esse mês eu gostei de menos do que mes passado.
    Eu me animei mais com o livro Joao e Maria, a capa está mtooo linda e nunca li um livro com a historia mesmo.
    O leitor do trem das 6h27 parece ser mto bom tb, pelo que li na sinopse fiquei bem curiosa para saber mais da historia.
    E por fim, gostei da capa do Sonhos Partidos, e pelo que li a historia é um drama e desses bem tensos.

    ResponderExcluir
  3. Não gosto nem um pouco de Cinquenta Tons de Cinza, justamente por causa do Christian Grey, a personalidade dele pode ser definida como, no mínimo, perturbada. O fato dele exercer esse controle e possessividade absurda sobre a Anastasia (e nem é o fato dele ser sadomasoquista, porque até aí estaria ok, mas fora da parte sexual, ele é obcecado por ela e usa o "amor" para estar controlando e ditando o que ela deve fazer) me fez ter uma certa repulsa por ele.Então ler a história sobre o ponto de vista dele? Não, obrigada, dispenso rsrsrsrs
    Gostei da premissa de "Surpreendente!" e a capa está bem bonita, bem no estilo das capas da Intrínseca quando se trata de young adults. Outra capa bem linda é a de "Sonhos Partidos", a estampa e o fundo usados são muito bonitos e usaria sim numa saia ou num vestido rsrsrs A sinopse me deixou interessada, apesar de tratar sobre um assunto bem delicado e que sempre me deixou bem sensível quando usam em algum enredo.

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Os lançamentos da Intrinseca não me chamaram muita atenção esse mês.O único que boto confiança é no livro do Maurício ,já que li outros livros do escritor e gostei bastante.

    ResponderExcluir
  5. Leticia Ramos de Mello Oliveira22 de setembro de 2015 09:48

    Olá, Elis!

    Sei que todo mundo está falando de Grey, mas eu fiquei mais interessada em Surpreendente, O leitor do trem das 6h27 e em Sr. Holmes, com essa capa com o Ian McKellen, já que essa é uma capa de filme que até quem não gosta vai amar.
    Ah, uma confissão sobre A guerra dos consoles: Eu tinha um Master System e amava o Sonic correndo e se enrolando em uma bolinha azul, mas também amo o Mario, mesmo não tendo nenhum console da Nintendo. Ou seja, a guerra era só entre as empresas, pois para fãs, os dois ficaram nos nossos corações.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Amooooooo os livros do Maurício Gomyde, e esse novo romance parece ser muitoooo Surpreendente!!!! rsrsrs
    To mais que ansiosa pra lê-lo!
    Também quero muito ler Grey (não importa o que aconteça, sempre leio Gay na minha cabeça kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk).
    bjos e boas leituras! \o/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados