Resenha: Trace - Nora Roberts

04/08/2015

TRACE_1399177131B

Trace
Os O'Hurley 4/4
Nora Roberts
Ano: 2009 / Páginas: 308
Idioma: português
Editora: Harlequin books




Faz muito tempo que Trace O'Hurley deixou sua família de artistas itinerantes para seguir uma carreira muito mais ousada...como espião. Agora, porém, chegou a hora de encerrá-la, e tirar longas e merecidas férias. 


Entretanto, Gillian Fitzpatrick está decidida a convencer Trace a resgatar seu irmão, sequestrado por uma organização terrorista. Ela sabe que Trace é o único com a força, a coragem e a técnica necessárias para levar a cabo essa arriscada investigação. Por isso, não medirá esforços para persuadi-lo. Logo eles se veem envolvidos em uma perigosa trama... e cada vez mais próximos da paixão.



E cheguei ao livro do Trace. O filho ausente da trupe O’Hurley. Nos livros das garotas, ele é o personagem que nos deixa mais curiosas. Um irmão que sempre sabe os momentos mais marcantes da vida das irmãs, mas que nunca está presente. No livro da Chantel, percebemos que há uma mágoa em Frank, meu papai O’Hurley adorado, sobre a partida de Trace.


Lendo o livro finalmente sabemos o que houve. Trace queria algo diferente para si, não queria ficar naquele mundo de shows e foi atrás disso, mas ao final dessa busca, vemos um homem quebrado, infeliz e só. Foi meio triste vê-lo daquele jeito.


Gillian chega para comprar seus serviços de agente. Precisa salvar o irmão e a sobrinha de um grupo terrorista, que por sinal foi o que feriu Trace e matou seu mentor. Com a desculpa do dinheiro, ele aceita a missão. Nem preciso dizer, adorei. Amo filmes de ação e o livro é bem nesse clima. Inclusive imaginei o Trace, um Jason (seu lindo) Statham. Gillian não dá mole para Trace, inclusive a pobre da moça se apaixona e tem que, praticamente, mergulhar em um poço de jacarés, escalar uma cerca eletrificada e quebrar uma muralha de gelo para chegar ao coração do homem. E como Trace resiste! Inclusive dá um passa fora na mulher que se fosse comigo, ele iria levar um chute onde dói mais. Gillian aguentou firme e conseguiu o que era praticamente impossível.


O reencontro com a família é comovente e a conversa dele com o pai, definitiva. Molly, a mamãe O’Hurley, mostra quem é que manda na família.


Gostei mais desse livro que dos outros, mas não troco essa coleção por nada.


assinatura

Os O’Hurley

#1 – Abigail – The Last Honest Woman < Leia a resenha >
#2 – Maddy – Dance to the Piper < Leia a resenha >
#3 – Chantel – Skin Deep < Leia a resenha >
#4 – Trace – Without A Trace

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

10 comentários :

  1. Oi, Elis!
    Também amo filmes de ação, e se o livro é nesse clima já fico interessada! Guerreira a Gillian, hein?! Se fosse outra, ainda mais depois do passa fora, teria desistido, mas acredito que o Trace vale a pena... Graças a você conheci essa coleção e com certeza ela está na minha lista de desejados. Obrigada pela indicação!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Olha, ele vale a pena mas eu teria dado um pontapé nele, lá isso eu teria. rs
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Acho que Trace é unanimidade. Até nos livros da irmãs ele consegue roubar todas as cenas e é impossível não querer saber pq ele deixou a família... eu ainda quero saber hahahahahaha
    Tbm adoro ação, seja em livros ou filmes, e minha expectativas estão nas alturas pra saber mais de Trace!

    ResponderExcluir
  4. Alessandra Fernandes9 de agosto de 2015 08:03

    Poxa!! Depois desta resenha você está quase me convencendo a ler Nora Roberts kkk
    Confesso que fiquei meio perdida por não conhecer a série, mas com toda a certeza que ela vai pra minha lista infinita de leitura com todos os demais, principalmente por você ter dito que não troca por nada! =)
    Bjs Elis!

    ResponderExcluir
  5. Leia Nora Roberts!
    Ela tem histórias incríveis!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Nora Roberts gosta mesmo de fazer sagas contando a história de uma família ou grupo de amigos. Conheço a autora graças a sua quadrilogia "Quarteto de Noivas" e realmente amei a história da amizade entre Mac, Emma, Laurel e Parker, além de suas respectivas histórias de amor. O enredo é bem rico quanto a variedade de perspectivas, já que cada livro tem o ponto de vista dedicado a uma das amigas. Isso deixou bem dinâmico e delineou bem a personalidade de cada uma. Creio que a quadrilogia "Os O'Hurley" siga esta mesma receita, mas com o seu próprio enredo, o que deve ser algo bom de acompanhar

    ResponderExcluir
  7. Eu amei o livro dele e por mim, a Nora poderia ter explorado mais o personagem.
    Levando em conta que os pais são artistas, o filho ser agente é como água e óleo.

    Eu queria mesmo era a história dos pais. Como eles se conheceram, se casaram... Acho que renderia um livro bem legal também.

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Você entendeu bem o estilo da autora. É isso mesmo.
    Vale a pena conferir suas outras séries.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Parece ser bem legal e diferente!!
    A capa é linda!
    Ainda não li nada da Nora, to no comecinho de Segredos!! \o/ (finalmente!!)
    e quando terminar quero ler aquele dos irmãos que esqueci o nome kkkk bjoos

    ResponderExcluir
  10. Leticia Ramos de Mello Oliveira31 de agosto de 2015 20:25

    Olá, Elis!

    Esse tem aquela versão nova da Harlequin com aquele gato loiro de arrasar na capa, mas agora com essa sua comparação com Jason Statham me fez pensar em querer ele nessa capa.
    Agora é que entendi porque na versão de 2001 de Uma saída de mestre, o apelido do personagem do Jason era o bonitão.
    Infelizmente, Trace está lindamente encanado na estante, mas já penso em salvar e ler ele logo!

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados