Resenha: Deslumbrante - Madeline Hunter

13/08/2015

DESLUMBRANTE_1380735204B

Deslumbrante
As Flores Mais Raras - Livro 01
Madeline Hunter
Ano: 2013 / Páginas: 392
Idioma: português
Editora: Quinta Essência




Numa época em que a reputação de uma mulher é o seu bem mais precioso, Audrianna desafia todas as convenções. Ela é uma jovem determinada, independente - e disposta a tudo para aniquilar o seu adversário, o convencido Lord Sebastian Sommerhayes. Entre os dois está um homem - o pai de Audrianna, que morreu envolto nas malhas de uma conspiração.


Para ela, essa tragédia significou o fim da sua inocência. Para Sebastian, que liderou a investigação, foi apenas uma morte merecida. Audrianna jurou limpar o nome do pai, mas nunca esperou sentir um desejo tão avassalador pelo homem que o arrasou.


A busca pela verdade vai levá-la demasiado longe numa sociedade que é implacável perante a ousadia feminina. Ao ver-se mergulhada num escândalo que pode ser fatal, Audrianna tem apenas uma inconcebível opção.




Eu estou decididamente feliz e animada com os novos lançamentos de históricos românticos que andam aparecendo pelo mercado. As autoras são ótimas, estão caprichando nas capas e escolhendo bem os títulos, mas as editoras ainda estão pecando na revisão e na gramática. Neste livro mesmo, ficou nítido que a edição em português era a mesmíssima de Portugal (inclusive a capa, não que eu esteja reclamando) e que só deram uma “ajeitada” nas expressões, mas mesmo assim, muitas palavras que não são comuns para nós, apareceram no texto. E claro, houveram vários erros de português. Acho um desrespeito isso, ainda mais quando nós sabemos o quanto os livros são caros no Brasil. Era de se esperar mais capricho e profissionalismo por parte das editoras.


Agora que eu já desabafei e critiquei o que estava me incomodando, vamos a história:


Audriana está em uma missão: restaurar a reputação de seu pai. Ele foi acusado de traição e cometeu suicídio, mas ela nunca se conformou e sempre desconfiou de que havia mais por trás desta história. Então, quando ela recebe uma mensagem anonima de um informante, querendo se encontrar com o seu pai, ela vai atras dessa pista, e dá de cara com o mocinho, Lorde Sebastian, que também está atrás do caso. Os dois se confundem, achando que o outro é o informante misterioso e são surpreendidos pelo próprio, o que acaba deixando o casal em uma situação difícil e comprometendo a reputação da mocinha.


A reputação de mulher era tudo para a sociedade, e a dela já não estava muito boa desde o escândalo com o seu pai e a mudança para a casa da prima, que administrava uma floricultura e dividia a casa com outras duas moças. Agora então, tudo está piorando rapidamente, a aventura dos dois e o escândalo alcançou os jornais e seu rosto esta estampado em tudo quanto é folhetim em poses indecentes.


Sebastian decide que o melhor é cortejá-la e se casar para acabar com os boatos, mas ela não está muito convencida de que seja o melhor. Ele se sente culpado pelo incidente e também com o peso dos encargos que assumiu com a enfermidade de seu irmão mais velho e herdeiro do titulo, e se esforça para cumprir os desejos do irmão de investigar o caso do pai de Audriana.


O casal então entra em um acordo estipulando um total de horas de convivência semanal que seja adequado. É ridículo, mas fazer o que se eles acham isso normal? Audriana fica praticamente contando o total de minutos que os dois passam juntos para não ultrapassar o acordo. Afff!!!


A autora já apresenta os outros personagens dos próximos livros, e eu já me interessei pelo último da série: o do mocinho escandaloso e meio maluco, que só fica sóbrio as terças-feiras, que parece fazer par com a prima séria da mocinha e dona da floricultura. O casal promete!!


Agora, esse casal deixou um pouco a desejar. A autora segurou muito as emoções, todo mundo é comportadinho, e até nas cenas mais quentes faltou um pouco de ação. Eu até entendo que a mocinha seja meio reprimida, mas sei lá... faltou aquele “tchã” que faz com que você se apaixone pelo casal e torça por eles. Fiquei mais interessada pelos demais personagens e tentando adivinhar o que ia acontecer nos outros livros da série do que envolvida pelos dramas dos personagens principais, mas no geral até que foi uma boa diversão e matou a minha vontade por bons livros românticos.


Cris Paiva


Série As Flores mais raras:


1. Deslumbrante - Ravishing in red (Audrianna and Sebastian)
2. Provocante - Provocative in pearls (Verity and Grayson)
3. Sinful in satin (Celia and Jonathan)
4. Dangerous in diamonds (Daphne and Castleford)

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

12 comentários :

  1. Leticia Ramos de Mello Oliveira13 de agosto de 2015 15:46

    Concordo com você, Cris. As capas portuguesas dos livros históricos são lindas, mas quando importam junto a grafia da tradução de lá, aí que a casa cai! Nada contra os patrícios, mas mesmo tendo um acordo ortográfico que tem como objetivo unificar a escrita da língua portuguesa, o nosso modo de dizer e escrever o português sempre vai ser diferente do de Portugal. Mesmo que eu já conheça o português de Portugal e não caia muito nas confusões dessas diferenças, eu sei que nem todo mundo vai entender que bicha em Portugal quer dizer fila e não um modo pejorativo de chamar os travestis. Então é melhor investir em uma boa revisão do que teimar que todos nós somos portugueses de Portugal.
    Sobre o livro, sei que a Madeline Hunter é conhecida por romances históricos um pouco mais realistas em relação aos da Julia Quinn, Eloisa James e Lisa Keyplas, então acho que essa falta de tchan que você falou do relacionamento entre Audrianna e Sebastian tem a ver com o estilo da autora, apesar de que o primeiro livro de uma série ser sempre um pouco mais lento para apresentar os personagens.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Alessandra Fernandes16 de agosto de 2015 08:31

    Estou completamente de acordo com você Elis. Os livros precisam de uma melhor revisão, pois tenho encontrado muitos erros neles, infelizmente.
    Sempre leio resenhas positivas em relação aos livros da Madeline, mas ainda não li nenhum deles.
    Gosto muito de livros de época e fiquei muito interessada devido essa investigação e não cair no de sempre 'mocinha apaixona de imediato pelo mocinho'. Pena que a autora explorou pouco dos personagens =/
    Bjs Elis!!

    ResponderExcluir
  3. Esperei demais de Madeline, achando que ela fosse uma Lisa Kleypas ou Julia Quinn dá vida, e foi frustrante pq ela tem um ritmo mais lento e isso me desanima. E comentam muito sobre os erros de revisão, o que eu acho imperdoável, coisa de editora preguiçosa.

    ResponderExcluir
  4. Marli dos Santos Gomes16 de agosto de 2015 15:12

    Eu li esse livro demorou um pouco mas me envolvi com a historia!Nao gostei dos outros so muito chatos,mas as capas sao maravilhosas!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não me animei a ler esse livro por causa disso, além da escrita dela ser menos açucarada, tem isso da revisão....

    Espero que isso passe para que eu leia.

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Cada escritora tem seu estilo, mas eu sempre sinto falta do clichê rs

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Concordo com você Jois, capricho da editora é o mínimo que podemos pedir ao pagar tão caro pelos livros.

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu estou desanimada com a história e com a autora, mas ainda vou tentar ler.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Acho um desrespeito para os leitores esse problema de revisão, as editoras deveriam dá mais atenção a esse detalhe tão importante.
    Quanto ao livro, acredito que se eu fosse ler não gostaria do casal protagonista, não gosto de casais que não desperta a paixão do leitor; fiquei mais interessada no livro onde o protagonista só fica sóbrio nas terças, acredito que faz mais meu estilo.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Vi a resenha porque queria ver o estilo da autora,tenho um livro da Madeline Hunter,ganhei e ainda não li,não me interessei,vou deixar no fim da fila ainda.
    Já encontrei erros que passaram na revisão,é complicado.

    ResponderExcluir
  11. Ah, é tão triste quando as editoras não dão atenção a revisão e a gramática. Não modificar as expressões e não cuidar de detalhes importantes na revisão é um completo desleixo e, assim como ressaltou, livros possuem um preço tão caro por aqui que não há desculpas para não oferecer um serviço de qualidade aos leitores.
    Quanto a história, não me senti atraída pela sinopse e como os personagens não são bem explorados não fiquei com vontade de conhecer a história.

    ResponderExcluir
  12. Só me interessei para saber como este casal terminará !! rsrsrs
    Quero ler os novos romances de época, não li nenhum dos recém lançados, mas acho que tem muitas cenas hottes, nada contra, mas é que não combina com a época (eu acho kk) , a Jane Austen não nos mostrou isso kkkk
    mas aiinda quero um da Madeline.
    bjos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados