Resenha: Black para sempre - Sandi Lynn

15/07/2015

BLACK_PARA_SEMPRE_1431812367450732SK1431812367B

Black Para Sempre
Trilogia Forever - Livro 01
Sandi Lynn
Ano: 2015 / Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Valentina




O primeiro livro gira em torno de Ellery, que sempre imaginou que seu futuro estaria ao lado de seu namorado perfeito e seus felizes para sempre estava garantido. Entretanto, quando ele faz suas malas e pede espaço, ela vê seu mundo ruir e decide focar somente em suas pinturas e desistir de relacionamentos, até que em uma noite ajuda um homem completamente bêbado a chegar a sua casa em segurança. Um homem que logo estará disposto a brigar por um futuro ao lado de Ellery e apoiá-la quando seu mundo estilhaçar novamente.




O livro conta a história de Ellery e Connor, ela uma artista que acaba de ser largada pelo namorado e ele um bilionário que não quer amarras. Eu achei que Connor seguiu o padrão dos mocinhos que andam tão na moda, mas Elle, é como ela prefere ser chamada, está há anos luz de diferença das mocinhas mongas e virgens que andam tão “it”. E isso acaba deixando o Connor longe dos mocinhos da moda, confuso mas deu para entender?


O relacionamento com Connor é muito difícil, em um primeiro momento por causa da personalidade difícil dele, desiludido com o amor e blá blá blá e depois por causa da doença que ela enfrenta. Achei o livro muito coerente, o relacionamento não é somente séquisso selvagem, e ambos têm problemas a enfrentar para manter o relacionamento funcionando. Confesso que em algumas situações eu fiquei tipo, “Caramba Elle, de novo?” ou “Fala sério Connor? Não dava para relevar não?” Mas gostei muito dos ataques de ciúmes dela, eu sei, eu sei, ciúme é errado, mas o soco que ela dá na periguete é muito show! (risos)


Não tem como falar muito sem contar o livro, mas o que eu achei mais tocante nesse livro foi como o relacionamento deles não parecia um conto de fadas, a coisa parecia mais real, com conflitos dramáticos, mas não bobos.


Só que não gostei de como ele foi concluído, achei que a autora pisou feio na bola com o final, o epílogo é lindo, mas achei que faltou algo no capítulo final, aquele “Tomou a última injeção” e partiu para o epílogo me deixou muito frustrada.


Tem a versão da história pela visão de Connor mas eu ainda não me animei a ler. A capa é bonita, no entanto. Vamos ver, vai que dá aloka e eu leio logo.


assinatura


Série Para Sempre (Forever Series)

Black para sempre - Forever Black (Forever, #1)
Você para sempre - Forever You (Forever, #2)
Nós para sempre - Forever Us (Forever, #3)
** - Being Julia (Forever, #3.5)
** - Collin (Forever, #4)
** - A Forever Christmas
** - A Forever Family (Forever, #5)

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

7 comentários :

  1. Oi Elis.
    Tenho vontade de ler, é o tipo de livro que me chama atenção sem muitos porquês.
    Adorei quando você descreve: "Mas gostei muito dos ataques de ciúmes dela, eu sei, eu sei, ciúme é errado, mas o soco que ela dá na periguete é muito show! (risos)"; já sai imaginando a cena kkkkk Agora quando for lê-lo, com certeza vou me lembrar dessa parte.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Oi, Elis!
    Amo cenas de ciúmes, principalmente as divertidas. Elle parece ser uma mocinha que não leva desaforo pra casa, e eu gosto disso em um personagem. Gosto de livros onde o drama vivido pelo casal protagonista seja algo real, acredito que isso dê um diferencial na história. Não conhecia a série, mas vou pesquisar mais sobre ela. Valeu pela dica!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Oiiie
    Sua resenha está ótima e parece ser um livro bem leve e tranquilo e despertou sim minha curiosidade, espero ler em breve e gostar bastante, gostei do enredo.

    ResponderExcluir
  4. Leticia Ramos de Mello Oliveira16 de julho de 2015 08:41

    Olá, Elis!

    Entendi o que você quis explicar sobre o Connor e a Elle: O Connor é um mocinho padrão que se apaixona por uma mocinha fora do padrão, a Elle. E por ter feito isso, ele foge do padrão dos mocinhos dos romances.
    Sou mais do tipo "conto de fadas", mas fico angustiada quando uma heroína não sabe que alguém tá armando para cima dela ou age como Hardy Har Har ("Oh, céus! Oh, vida!") e não corre atrás do que quer. Então, acho que irei gostar muito desse romance, mesmo que o Connor tenha conhecido a Elle bêbado, já que sou a chata da Lei Seca quando alguem bebe. Na verdade, preferira homens que não bebessem.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Eu to querendo livros que fujam de NA ou YA... ando meio cansada desses dramalhões adolescentes. Apesar de achar que vem dramalhão nesse tbm, fiquei curiosa pra saber da grande tragédia pessoal de Black pra ele se encontrar no fundo do poço.

    ResponderExcluir
  6. Que pena que voce nao gostou tanto do final :/ mas mesmo assim vou colocar na minha lista de Um dia lerei! Amei a capa e tenho o defeito serio de julgar pela capa... e essa me atraiu muito! e nao sei pq, acho q vou gostar da protagonista

    ResponderExcluir
  7. Esse é outro que não me chamou atencao.
    M elembra do Sirius Black kkkkkkkk
    a capa é bonita, mas não me enterneceu kkkkk
    acho que não leria.
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados