Resenha: Coração de Pedra - Diana Palmer

22/06/2015

CORACAO_DE_PEDRA_1422639889433888SK1422639890B

Coração de Pedra
(Rainhas do Romance 98)
Homens do Texas # 39
Diana Palmer
Ano: 2015 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Harlequin Brasil




Um amor de infância…


Como homem de negócios e fazendeiro, Boone Sinclair possui tudo o que sempre quis – mas Keely Welsh jamais fizera parte de seus planos. A doce menina sempre fora apaixonada pelo taciturno cowboy, embora soubesse que não tinha nenhuma chance… Afinal, ele era experiente, e ela, muito inocente.


Quando a vida de Keely é ameaçada por forças que ela não consegue controlar, ele se torna sua única chance de sobrevivência. Boone é a marca registrada do típico homem do Texas: calado, nobre, leal e bastante teimoso. Caberá a Keely convencê-lo de que ela não é mais uma menina, e sim uma mulher pronta para arrebatar seu coração!




A pessoa xinga os livros da Palmeirão, taca na parede, faz juramento solene que nunca mais vai ler nada dessa bendita, mas é só sair livro na banca que corre pra comprar. Vai entender... deve ser bipolar, só pode! Kkkkkk


Não foge nadinha da fórmula pronta da autora: mocinho rico e cavalo + mocinha cruz do mundo com pais horrorosos que é massacrada pela vida, mas mesmo assim é gente boa e honesta. Ou seja, história do jeito que a gente gosta.


Mas sabe que o mocinho até que não foi tão cavalo? Acho que é por que ele ficou ausente, só fazendo aparições especiais até quase a parte final. O livro mesmo foi levado pela mocinha e pelo irmão mais novo e babaca do mocinho, o Clark (e não, não tem livro dele, a Suelen já foi atrás). O Boone mesmo só faz pontinhas dando uns relinchos de vez em quando e só quando chega no final da história, que ele aparece, dá uns coices bem dados na pobre Keely e sai por cima da carne-seca cheio de razão e ódio por aquela mocinha interesseira e sem moral!!! (Mas a gente sabe é tudo mentira)


Mas ele paga a língua quase na sequencia. A vingança é fulminante e cai como um raio em cima da cabeça daquele pecador despirocado e faz com que ele pague todo o mal que causou a mocinha 50 vezes mais. Até chora, vê se pode!! Palmas para a Palmeirão. Só por isso o livro ganhou uma estrelinha a mais, porque eu ia dar só nota 3.


Cris Paiva


Para conhecer a série Homens do Texas, aconselho a ir ao blog Romantic Girl linda da Suelen Matos:




[caption id="attachment_4697" align="aligncenter" width="320"] Diana Palmer - Série Homens do Texas[/caption]

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

7 comentários :

  1. Os livros da Diana são mesmo irresistíveis apesar de seus mocinhos geralmente ogros e mocinhas tontas, mas eu não consigo deixar de lê-los, principalmente a série Homens do Texas que comecei a ler no mês passado e estou quase terminando.
    Também não achei que Boone foi muito um cavalo, em comparação ao Rodrigo, um cavalo, jumento, estúpido, preconceitoso... enfim, o Boone é um jumentinho rsrs. Também aprovei o castigo dele depois do coice!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Tem pouco tempo que reli o livro, mas já deu saudade. Resultado: reli o finalzinho ontem mesmo, rsrs....
    A Cris sempre arrebenta nas resenhas, morri de rir aqui!
    Ah, e obrigada pela referência! ^_^

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  3. Aí, acho essa vó insana e acredito que Os Cavalos do Texas seja uma autobiografia: ela casou com um cavalo, teve o hímen blindado rompido e passou a noite de núpcias no hospital. Não aguento esses homens pq xingam, batem e cospem na mulher e no fim tudo o que fizeram foi por amor... aham, sei ¬¬'
    Cris, acho que consegui me livrar de DP pq há uns 3 anos não leio nada dela hahahahahaha

    ResponderExcluir
  4. Jois, sabe que eu desconfio da mesmissima coisa? Pra mim as mocinhas da Diana Palmer são tudo uma cópia dela mesma. Kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Danielle Demarchi29 de junho de 2015 12:45

    Nunca li nenhum livro dessa autora, mas ri muito do primeiro parágrafo da sua resenha. hahahah
    A ideia de sempre ficar brava com a autora, mas continuar comprando e lendo os novos livros dela é engraçada, mas imagino como é. É quase uma relação de amor e ódio com os livros, né? hahaha
    Ando bem cansada do típico mocinho cavalo, que destrata a mocinha o livro todo e no final fica tipo um cão arrependido, dá pena da mocinha e, ao mesmo tempo, vontade de matá-la por não colocar o cara no seu devido lugar. Mesmo assim, essas histórias costumam ser legais quando o mocinho se arrepende pra valer e tem que suar a camisa para reconquistar a protagonista.

    ResponderExcluir
  6. Esse também não me chamou muita a atenção, mas como nunca li nada da Diana Palmer quero ler! Qualquer um que seja, preciso ler um dela, genteeee!! Escuta falar dessa mulher desde que me conheço por gente! rsrsrs
    bjos

    ResponderExcluir
  7. Menina, eu rio muito com as tuas resenhas, dá pra ver a tua revolta e espontaneidade vindo à tona rs
    Devo dizer que essas fórmulas prontas sempre foram um problema pra mim, porque nunca funcionaram exatamente comigo. E como assim o mocinho só aparece no fim do livro? Essa sim é novidade!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados