Resenha: O Castelo do Lobo - Margaret Moore

12/05/2015

O_CASTELO_DO_LOBO_1419872931428646SK1419872931B

O Castelo do Lobo
(Castle Of The Wolf) Históricos 152
Knights' Prizes # 01
Margaret Moore
Ano: 2015 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Harlequin Brasil




Apaixonada por seu protetor.


Obrigada a se casar com um homem a quem abomina, Thomasina terá que se valer de toda a sua virtude e coragem para colocar os deveres de família acima da própria felicidade. Até que sua vida muda de rumo ao ser raptada durante uma terrível invasão! Cativa do lendário Lobo de Gales, não tarda para Thomasina sentir uma irresistível atração pelo homem protegido pela pesada armadura. Embora tenha abduzido Tamsin em nome da vingança, Rheged não consegue abafar a voz de seus instintos de proteção. Mas amá-la poderia tornar ainda maior a ira dos inimigos do Lobo!




Espadão tudibom!
Ai que saudade que eu estava das boas autoras de romance! A Margaret Moore andou meio escondida, mas voltou com um livrão!!! Espadão dos bons!


Rheged é um cavalheiro pobre que ganhou um pequeno castelo e terras em uma disputa, e agora tem de sustentar os seu feudo, mas como ele não tem recursos, tem de participar de competições e tratar de ganhar os prêmios, para poder fazer as melhorias em suas terras.


Numa dessas competições ele é enganado, leva um prêmio falso e decide tirar satisfações. No meio da briga ele rapta a sobrinha do nobre e sai correndo com ela no lombo do cavalo. Ah, mas não pense você que ele pegou qualquer uma não!! Rheged ja estava de olho em Tamsin desde o começo da competição. Ela é a sobrinha pobre, que vive de favor no castelo, e procura ajudar tomando todas as providências na administração e cuidado com os pobres. E na visão de Rheged ela é tudo o que ele procura em uma esposa e senhora para o seu castelo. O problema é que ela é areia demais para o caminhãozinho dele, e pior: ela ja esta noiva de outro nobre, um safado nojento, que não vale o chão que pisa.


Então, ele decide unir o util ao agradável: rapta Tamsin para tentar reaver o seu premio, e ao mesmo tempo, livra-la de um casamento pior que a morte!


Rheged é um fofo!! Tudo bem, ele é um cabeça dura, meio xucro, mas é um tudibão de primeira linha, e o melhor de tudo; é totalmente apaixonado e não faz questão nenhuma de esconder isso. Ele sabe que vai ter de devolver Tamsin para o tio safado e ladrão, e sofre com isso.


Tamsin tambem caiu de amores pelo Rheged, mas, infelizmente vai ter de se casar com o noivo babão e tarado, pois prometeu ao tio, e sabe que se ela não se casar o onus vai cair sobre a prima, e tambem sabe que ela não resistiria a esse casamento, então seu destino está selado...


Espadão de primeira categoria, daquele tipo que se lia há muitos anos atras nos romances da Nova Cultural. Quem ja leu a serie Warriors da Margaret Moore vai matar as saudades com esse livro aqui.


Cris Paiva


Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

7 comentários :

  1. ADORO rs, a autora escreve uns bofe muito bom rsrs.
    Faz tempo que não leio nada dela, e este parece ser top, adoro os historicos, e ser roubada pelo mocinho tdb aiai. Porque todos os mocinhos sempre são tão cabeça dura rs.
    Ja esta anotado, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Curto muito esses romances históricos da Halequin, estou doida pra ler esse livro, parece ser ótimo

    ResponderExcluir
  3. Amoo livros históricos medievais, e com seqüestro então, nem se fala! A Margaret andou mesmo meio sumida, mas volta com tudo com uma história cativante, com um mocinho apaixonado!
    A capa tá linda, a sinopse envolvente, e eu vou correndo pesquisar sobre essa série ;)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. É impossível falar em Margaret sem pensar na serie Warriors ♥
    Amo o plot casamento forçado, sequestro, mas desde que tudo seja feito por mocinhos, mesmo eles sendo cabeças-duras.. o que não podem é ser burros, lesados XD

    ResponderExcluir
  5. Já estou de olho nesse livro há muito tempo, os romances históricos da Harlequin são os meus preferidos. São histórias para relaxar e se deliciar com as características do século que é retratado no livro. Esse parece ser maravilhoso, um mocinho forte e até cabeça dura como você falou e uma jovem que estava preste a ir para a forca, porque esse casamento só poderia ser isso. Quero logo ler para ver a química que vai rolar entre o casal e se ela será liberta para se casar com m homem que não a atrai.

    ResponderExcluir
  6. Gosto de clássicos históricos, na realidade, acho que esse são os livros que mais gosto da Harlequin. Independente disso, acho que as histórias deles são muito parecidas, o que mais curto são as mocinhas, que não são indefesas ou submissas como poderíamos esperar ver em romances de época. Os homens sempre são aqueles protetores pelos quais toda mulher suspira, mas as tramas não são lá muito elaboradas.

    ResponderExcluir
  7. Leticia Ramos de Mello Oliveira31 de maio de 2015 14:32

    Mesmo que eu nunca tenha lido romances de época com essa temática medieval, eu gostei da trama. Parece até que foi Rheged que criou o ditado "Matar dois coelhos com uma cajadada só." Espero que o Rhaged tenha realmente dado uma bela lição no tio da Tamsin e no noivo babaca dela, pois Rhaged e Tamsin merecem ficar juntos. Pena que a Harlequin, na contramão das outras editoras, diminuiu a quantidade de históricos lançados por mês para apenas um, pois os leitores querem mais disso.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados