Resenha: A Libélula no Âmbar - Diana Gabaldon

11/05/2015

A_LIBELULA_NO_MBAR_1412821739B

A Libélula no Âmbar
Outlander - Livro 02
Diana Gabaldon
Ano: 2014 / Páginas: 944
Idioma: português
Editora: Saída de Emergência Brasil




Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo... E sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII.


O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Com tudo o que conhece sobre o futuro, será que ela conseguirá salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?




Antes de mais nada aviso a quem não leu o livro um da série e não quer ler spoilers para não continuar com a leitura. Quem passar desse parágrafo está por sua conta e risco!


Após o fim de A Viajante do Tempo, onde ficamos sabendo que Claire está grávida, o segundo livro da série nos leva de volta ao século XX, mais precisamente ao ano de 1968 e mostra-nos Claire e sua filha Brianna de volta a Escócia. Mas a pergunta que fazemos até quase o capítulo final do livro é: o que aconteceu que Claire voltou para Frank?


Claire volta a Escócia para, finalmente, contar a filha sua verdadeira origem e lá reencontra Roger, o garotinho que foi adotado pelo padre que aparece lá no livro um. O jovem é uma peça importante para Claire, que precisa de ajuda para tentar encontrar alguém que pode ajudá-la a impedir o levante Jacobita que ela e Jamie não conseguiram impedir.


Após contar a filha sua verdadeira origem, Claire precisa contar toda a história e é aí que começamos a descobrir os acontecimentos que seguiram após o fim de A Viajante do Tempo e a resposta do motivo dela ter voltado ao século XX nos é revelado.


Na esperança de que possam impedir que o levante que irá mudar a história escocesa aconteça o casal acaba em Paris e vivendo em meio ao luxo e as fofocas da nobreza francesa. E no meio de toda a intriga o casal tenta sabotar os planos do príncipe, que tenta arrecadar fundos para que ele consiga de volta o trono para seu pai.


Não vou detalhar os acontecimentos pois isso acaba com o suspense, mas esse foi um livro que logo no começo fiquei pensando que haveria furos na linha do tempo e foi só com o decorrer da leitura que percebi que eu sou muito apressada nas conclusões!


Mais uma vez o livro tem muitas descrições, dessa vez me irritei um pouco mais que no livro anterior pois queria saber o que realmente tinha acontecido e que culminou na volta de Claire ao século XX e toda aquela descrição minuciosa quase me deixou louca!


Mas mesmo com esse fato é impossível dar ao livro menos de 5 estrelas e também que ao chegar ao fim da leitura não fique desejando o próximo livro! Então agora é esperar uns 4 meses até que o terceiro livro seja lançado e eu possa finalmente ler o que aconteceu após o retorno de Claire ao século XX – pode não fazer sentido para quem ainda não leu o livro, mas fará quando terminar!


Thaís Averaldo


A ordem dos livros é a seguinte:


1. A viajante do tempo <Leia a resenha>
2. A libélula no âmbar
3. O resgate no mar (parte I e II)
4. Os tambores de outono ( parte I e II)
5. A cruz de fogo ( parte I e II)
6. Um sopro de neve e cinzas ( parte I e II)
7. Ecos do Futuro ( parte I e II)

Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

8 comentários :

  1. Ahhh o que falar deste livro, ele me deixou de coração partido, o retorno dela..as descobertas rs. Tudo.
    A autora é muiiito detalhista e as vezes da vontade de arrancar os cabelos, pois a gente quer saber logo o que acontece..e la esta mais descrições antes de chegar no ponto rs.
    Eu adorei, e so fico ansiosa para a editora chegar logo no 4 livro, onde eu estou..não comprei os proximos com a outra editora pois era quase um rim de tão caro rs, quero mais Jame e Clare,
    beijos.

    ResponderExcluir
  2. Estou doida pra começar a ler essa série, curto muito viagem no tempo, estou amando a série de TV e cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais interessada em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  3. Apesar de quer muito ler a série impressa, to tão apaixonada pelo seriado que só ele me satisfaz.
    Suspiro sem ter de imaginar cenas, características de personagens. O que pesa tbm pra que eu não leia a série impressa é a quantidade de livros... desanima um pouco.

    ResponderExcluir
  4. Oi! Assim que saiu o primeiro livro, fiquei encantada pela série, mas me assustei com a quantidade de livros que ela tem mesmo assim confio que é porque é necessário. Bom, sou apaixonada por histórias de época, essa série me conquistou duplamente por ser de época e pela viagem do tempo que a personagem sofreu. O mocinho e tão encantador, li alguns diálogos que ele tem com ela e me apaixonei, mas não entendi porque ela voltou para o século XX já que o amava. Agora estando com uma filha dele provavelmente o encontro vai ser emocionante. Quero ver como vai ser a reação da menina ao saber que seu pai é de outro século.

    ResponderExcluir
  5. Eu estou há muito tempo desejando essa série. Gosto muito de livros com esse cenários antigos, quase medievais, e a premissa dessa saga me deixa bastante curiosa. Sem falar que eu adoro livros grandes, e já fiquei sabendo que estes são bem longos. Acho que a única coisa que poderia me incomodar um pouco seriam as longas descrições que sempre existem nesse tipo de história.

    ResponderExcluir
  6. Danielle Demarchi31 de maio de 2015 14:17

    Toda essa questão de viagem no tempo me confunde bastante, mas provavelmente vou entender melhor quando começar a ler a série, o que eu ainda pretendo fazer, apesar de ser uma série grande. Pretendo assistir a série de TV para decidir se realmente vou querer ler os livros também, mas é bem provável que isso aconteça.
    Esse tipo de descrição minuciosa, ao mesmo tempo em que ajuda a criarmos o universo na nossa cabeça, acaba irritando quando a única coisa que queremos é saber o que acontece em seguida, por isso entendo bem o que você sentiu! hahahah

    ResponderExcluir
  7. Leticia Ramos de Mello Oliveira31 de maio de 2015 17:57

    Outlander é uma daquelas séries que você imagina o quarto ou a sala em que a autora escreve desse modo: Ao lado da mesa onde ela escreve há um mapa cheio de tachinhas, papeis com anotações, fotos, linha do tempo, quase uma versão do quadro que o Castle usa para investigar sobre o assassinato da mãe da Kate, só para que ela não crie furo nas viagens do tempo de seus personagens. Só assim explica tanta organização na história!
    É uma pena que a Saída de Emergência decidiu também em dividir o próximo volume, O resgate no Mar, em duas parte, principalmente pensando no fato que Arqueiro, uma das empresas que cuida da SDE no Brasil, publicou Eternidade por Fio, que tinha mais de 1000 página em um único livro.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados