Resenha dupla: Um Gosto de Amor - Susan Mallery

28/05/2015

UM_GOSTO_DE_AMOR_1312679251B

 

Um Gosto de Amor
Trilogia As Irmãs Keyes - Livro 2
Susan Mallery
Ano: 2011 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Harlequin Books




Se ela tivesse uma vida mais de pecadora do que de santa…


“Responsabilidade” deveria ser um dos sobrenomes de Nicole Keyes. Afinal, não é todo mundo que se dispõe a sacrificar a própria vida para comandar a confeitaria da família e educar Jesse, a irmã caçula.


Mas agora que Claire, sua gêmea, está alegremente casada enquanto Jesse deixa para trás o jeito de menina da casa de lado para se tornar uma femme fatale, a superconfiante Nicole cansou de colocar as necessidades dos outros antes das suas!


Até Hawk entrar na sua vida. Ao lado do ex-jogador de futebol americano Nicole sente o gosto da liberdade que sempre buscou. Hawk parece conhecer de cor o caminho para seu coração, mas ela não vai deixá-lo se aproximar demais a ponto de parti-lo. Porém, é claro que se o passado dele continuar vivo no presente, ela não terá muita escolha…




Resenha da Cris Paiva:


Eu demorei um tempão para ler o segundo livro da série com medo que não fosse gostar a irmã mandona. Mas adorei! Me identifiquei horrores com ela.


Nicole assumiu desde cedo a criação da irmã mais velha, da casa e do negocio da família. Ela tem palavra “responsabilidade” praticamente tatuada na testa, ela não sabe quando parar de se preocupar e de se meter.


Quando a irmã fura-olho é pega na cama com o marido dela, ela faz o que tem de fazer; coloca os dois na rua e não quer saber de ficar ouvindo desculpas e conversa fiada, e segue cuidando da vida e do trabalho. Mas o problema de fazer a coisa certa é que isso dói pra caramba!!


E ela esta no maior baixo-astral, como seu joelho arrebentado e par de chifres pesando na testa, quando pega um protótipo de delinquente tentando roubar os seus donuts, dá umas bengaladas dele e chama a policia. Só que ao invés da policia, chega o treinador de futebol do moleque que dá umas cantadas nela e os três chegam num acordo.


A Nicole fica caidinha pelo Hawk, o treinador, mas não gosta de dar o braço a torcer. Afinal ela teve uma experiência horrorosa há pouco e anda meio fechada pra balanço, mas é difícil resistir a um brutamontes com sorriso carismático. Ele e o aprendiz de delinquente, o Raoul, bagunçam totalmente a vidinha organizada dela e para piorar começam a espocar mulheres grávidas para todo o lado, o que a faz ver que ela anda mais sozinha do que nunca.


Eu gostei que a Nicole não é de ficar de mimimi reclamando da vida. Quando ela tem um problema, o encara de frente. Enfia do dedo no peito musculoso ou na cara lavada do traíra do ex-marido e fala umas verdades incontestáveis. Esse negocio de ficar engolindo tudo em silêncio não é com ela mesmo!


Agora só quero ver o que a autora vai inventar para redimir a irmã fura-olho, sinceramente não estou muito animada para ler essa história. Mas vou pegar o livro logo antes que a disposição acabe.


Resenha da Elis Miranda:


Comecei a ler esse livro com o pé atrás, no primeiro livro a Nicole era uma chata, teimosa e vingativa. Não conseguia aturar as palhaçadas dela. Mas o Hawk é um ex-jogador de futebol minha gente, então nada me faria não ler esse livro! #AlokaPorFutebolAmericano


Nada mudou com a Nicole, continua chata mas o relacionamento com a Claire melhorou, o que já é um avanço. As coisas com a Jesse continuam de mal a pior. Para dar uma verdadeira agitada nas coisas chega Hawk, treinador de futebol americano da escola secundário da cidade. O homem é sexy e sabe disso, tenta usar seu charme nela, mas mau humor chegou ali para ficar e apesar de apreciar o moço, não dá mole para ele. O que eu até gostei viu.


O relacionamento deles é meio estranho, ambos não querem compromisso. Hawk por causa da sua filhinha mimada e Nicole por causa da decepção com o casamento. O livro vai evoluindo com os ajustes de ambos em acomodar o outro nas vidinhas que eles acham corretas.


O jeito que a Nicole lidou com o Raoul foi muito legal, mostrou que ela não é somente a pessoa chata que revela. Hawk nesse começo parece tão perfeito que cheguei a suspirar, lindo e compreensivo, forte e sexy, divertido e responsável. Achei muita areia para o caminhãozinho dela.


Mas o relacionamento vai se aprofundando, as coisas vão saindo do controle que eles achavam que tinham, Hawk mostra que não é o senhor perfeição que parecia e a Nicole, gente fiquei surpresa com ela. O jeito que fala com ele sobre a filha dele é de uma maturidade impressionante.


Entre os erros e acertos, Nicole e Hawk mostram que são perfeitos um para o outro. Não é a história de amor mais tocante que li, ficou bem perto de algo normal e rotineiro. Confesso que eu tinha muito medo do amor deles não me convencer. Pena que a Nicole continua uma chata e com sede de vingança contra a Jesse.


Trilogia As Irmãs Keyes
Um gosto de vida << Leia a resenha >>
Um gosto de amor
Um gosto de esperança


Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

8 comentários :

  1. Eu gostei da bitch da Nicole no livro da Claire mesmo... adoro gente má hahahahahaha
    Sério, não dá pra culpar Nicole por suas atitudes já bem cedo teve de cuidar daquela delinquente que é mais conhecida como sua irmã caçula - a história dessa garota não me desceu até hj!!! E aí chega Hawk, só sorrisos e frases que têm o poder de enfurecer Nicole.
    O que me irritou foi aquela filha do Hawk e até mesmo ele por ficar contando aquela história babaca do início do relacionamento com a mãe dela, de como a vida é linda quando se é jovem com a namorada grávida, sem emprego e o nego lá pintando tudo de cor de rosa pra aquela garota mimada ridícula.

    ResponderExcluir
  2. A garota mimada ridícula me incomodou. Não tenho paciência com gente otária, por isso que gostei da Nicole dando tapas na cara do povo. Hhehehehe

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia a história nem a autora, e fiquei em dúvida se iria gostar de ler. Me parece uma trama bastante batida já, sem nada de muito novo que me faça sentir aquela vontade angustiante de conhecer a narrativa. Achei a personagem central bastante interessante, e vi que ela causou sensações meio contraditórias em vocês duas, o que é legal, já que personagens precisam mesmo mexer com a gente de algum jeito para valerem a pena.

    ResponderExcluir
  4. Leticia Ramos de Mello Oliveira30 de maio de 2015 10:15

    Olá, Elis!

    A Nicole cuida da Jesse desde pequena, quando os pais decidiram apoiar a Claire em sua carreira na música clássica (Coisa que faz a Nicole achar que os pais a abandonaram.) e em troca, anos depois a Jesse põe chifres nela. Isso podia ter rendido um caso para o Casos de Família.hihihi
    A Nicole acabou ficando chata porque esperava amor e carinho de todos, não de um modo que a tornasse mimada, mas sim respeitada como ela é e isso não aconteceu. E ao encontrar Hawk, a Nicole pode até saber que ele é perfeito para ela e que lhe daria a atenção, mas não consegue por causa do que passou com o ex e a irmã.
    E sobre o que a Jois falou sobre a filha mimada do Hawk, ele acabou tornando-a mimada porque ele teve que também ser a mãe para ele e quis proteger demais a filha da dura realidade (Ou seja, aquela em que nem tudo é felizes para sempre como nos contos de fadas e que pais também tem dificuldade em lidar com salário apertado e falta de tempo). Aí, ele sai do equilíbrio entre rigidez e amor e causa a mimação da menina.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Já tem bem tempo que estou querendo ler essa trilogia, parece ser ótima e essa resenha me deixou ainda mais curiosa.

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha ! Fiquei curiosa com o livro e quero ler , mas quanto à irmã traíra , tomara que o livro conte como ela caiu de um penhasco depois de bater o carro porque foi atacada por um enxame de abelhas africanas ...

    ResponderExcluir
  7. OI! Esse mocinha passa por situações insuportáveis hein! Pior do que o marido trair ela é a irmã. Acho que eu tomaria raiva gratuita dessa personagem. Achei o jeito um pouco rabugento dela um charme, não gosto muito de personagens fresca, e sabendo que ela bota o dedo na ferida e fala o que quer, principalmente para o ex, é animador. Gostei do livro, mas não sei se o leria de imediato.

    ResponderExcluir
  8. Hello!
    Não conhecia essa série, mas so de saber que a personagem não é nada boba ja gostei dela!
    Odeio livros, filmes, gente que ficam cheio de mimimi...nossa, me da vontade de bater.
    Já me interessei pelos livros e seu q a garota mimada vai me irritar, hahaha. Por outro lado tenho certeza que vou adorar a Nicole, essa tem coragem mesmo!
    Bjus

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados