Resenha dupla: O Beijo da Meia-Noite - Lara Adrian

18/05/2015

O_BEIJO_DA_MEIANOITE_1300502920B

O Beijo da Meia-Noite
Kiss of Midnight
Midnight Breed # 1
Lara Adrian
Ano: 2011 / Páginas: 400
Idioma: português
Editora: Universo dos Livros




Um estranho moreno e sensual a observava do outro lado da boate, e foi capaz de despertar as mais profundas fantasias em Gabrielle Maxwell. Mas nada a respeito desta noite – ou deste homem – é o que parece. Pois, quando Gabrielle presencia um assassinato nos arredores da boate, a realidade se transforma em algo obscuro e mortal. Nesse instante devastador, Gabrielle é lançada em um mundo que jamais imaginou existir – um mundo onde vampiros espreitam nas sombras e uma guerra de sangue está para começar.


Lucan Thorne despreza a violência de seus irmãos sem lei. Ele próprio um vampiro, é um guerreiro de Raça, e jurou proteger sua espécie – e os humanos imprudentes com quem convivem – da ameaça crescente dos Renegados. Lucan não pode arriscar um relacionamento com uma mulher mortal, mas, quando seus inimigos escolhem Gabrielle como vítima, sua única escolha é trazê-la para o escuro submundo que comanda.


Aqui, nos braços do intimidante líder da Raça, Gabrielle enfrentará um destino extraordinário, repleto de perigos, sedução, e dos mais sombrios prazeres…




Por Barbara Santiago:


Oie Gente!!!
Primeiro de tudo, aviso que a resenha de hoje é proibida para pequenos inocentes...
Se você entra nessa categoria trate de dar meia volta e vá ler uma resenha com classificação livre.
Aos outros, espero que vocês se divirtam com a resenha.
Como vocês devem ter percebido no Twitter eu estou num "momento sobrenatural adulto de ser".
Quando coisa que não tenha os três S (Sangue, Suor e Sexo) está ficando na pilha...


Já tinha lido O Beijo da Meia-Noite faz algum tempo quando soube que seria publicado pela Universo dos Livros.
Isso para mim foi uma alegria enorme, já que quem estava publicando Lara Adrian aqui no Brasil era a Nova Cultural. E vocês sabem bem como a falecida Nova Cultural era, né? Ela lançou o terceiro livro antes dos dois primeiros, lançou o primeiro com nome errado e ainda cheio de cortes.


Vamos aquelas informações básicas?


A série: Em O Beijo da Meia-Noite, Lara nos apresenta a série Midnight Breed e conta a história da Raça, vampiros guerreiros que lutam pela própria sobrevivência e pela extinção dos Renegados, vampiros que se entregaram a sede de sangue e matam humanos indiscriminadamente, causando medo entre sua própria população.
Os guerreiros da Raça lutam para manter vampiros e humanos em segurança.
A Raça só possui membros do sexo masculino e sua sobrevivência depende de mulheres humanas muito especiais, conhecidas como Companheiras da Raça.
Por serem as únicas que podem proporcionar a continuidade da Raça, essas mulheres são tratadas como deusas, respeitadas por todos e muito, muito queridas.


O livro: O Beijo da Meia-Noite conta a história de como Gabrielle Maxwell acabou envolvida com a Raça. Ela é testemunha de um assassinato brutal e ver suas ilusões quanto ao mundo real irem por água abaixo.
Lucan Thorne é um macho vampiro da primeira geração (o que torna ele um cabeça dura ao quadrado) que simplesmente consegue ser mais enrolado que rolo de barbante!
Gente, sério! Vocês precisam ler as loucuras que ele apronta antes de se mancar e começar a fazer as coisas de maneiras corretas!
Eu fico louca de vontade de contar para vocês, mas não posso. Vocês precisam ler o bendito do livro pra saber exatamente o quão tapado ele fica em alguns momentos.


Eu normalmente não gosto de fazer comparações, mas se tivesse que fazer uma sinopse/autora, diria que nesse livro você tem o romance da Nora Roberts, o erotismo da Maya Banks, o drama da Carol Lynne e a cabeça-dura da Diana Palmer!
É MUITO difícil achar alguém que não goste desses elementos!


Apesar de algumas pessoas compararem a série as outras do estilo (IAN, principalmente), eu acho as duas tão diferentes que não teria como fazer comparações.
Desde o elemento de criação dos vampiros até o fundamento da guerra relatada. Não adianta, não dá mesmo pra comparar!
Então, se você gosta de sangue, suor e sexo, daqueles livros que tem tarja de "Cuidado, queima!", trate já de lê-lo!
Vale muiiiiiiiiito a pena!
Recomendo!


Por Cris Paiva:


Livrinho meia-boca e sem muita empolgação.


Eu já tinha lido um livro dessa serie, o do Teagan, na série Bianca da falecida NC, e gostei mais daquele livro do que esse. O Bianca estava mais enxuto, sem aquele monte de cenas repetitivas e desnecessárias. Foi mais direto ao ponto.


Esse, por outro lado, começou a ficar cansativo antes da pagina 100, e teve realmente poucas cenas empolgantes, a maioria foi bem morninha. A autora deu pouco espaço para os coadjuvantes, ficou só naquela lenga-lenga da mocinha xaroposa e do mocinho sem muito carisma. Alias, não gostei muito de nenhum vampiro que apareceu no livro. Achei eles muito sem gracinha pro meu gosto.


Com certeza não vou gastar mais R$ 29,90 pra comprar os outros da serie, só vou comprar se o preço estiver compensando (tipo 9,90) e frete grátis. Pelo menos assim eu leio sem xingar. Vamos combinar, pra pagar o preço que as editoras pedem a leitura tem de compensar muito!


Série Midnight Breed


A Touch of Midnight (Midnight Breed, #0.5)
O Beijo da Meia-Noite - Kiss of Midnight (Midnight Breed, #1)
O Beijo Escarlate - Kiss of Crimson (Midnight Breed, #2)
O Despertar da Meia-Noite - Midnight Awakening (Midnight Breed, #3)
A Ascensão da Meia-Noite - Midnight Rising (Midnight Breed, #4)
O Veu da Meia-Noite - Veil of Midnight (Midnight Breed, #5)
Cinzas da Meia-Noite - Ashes of Midnight (Midnight Breed, #6)
Sombras da Meia-Noite - Shades of Midnight (Midnight Breed, #7)
Taken by Midnight (Midnight Breed, #8)
Deeper Than Midnight (Midnight Breed, #9)
A Taste of Midnight (Midnight Breed, #9.5)
Darker After Midnight (Midnight Breed, #10)
Edge of Dawn (Midnight Breed, #11)
Marked by Midnight (Midnight Breed #11.5)
Crave The Night (Midnight Breed, #12)
Tempted by Midnight (1001 Dark Nights, #10) (Midnight Breed, #12.5)
Bound to Darkness (Midnight Breed, #13)
Stroke of Midnight (Midnight Breed, #13.5)


Depois de comentar, preencha: Formulário

Comente com o Facebook:

7 comentários :

  1. Amei a resenha aumentou minha curiosidade em ler o livro

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser ótimo, curto muito história com vampiros e essa resenha me deixou bastante interessada em conferi essa série.

    ResponderExcluir
  3. Amo essa série, mas confesso que ela não começou muito bem. Adorei ter conhecido um pouco dos moços e foi impossível não compará-la a todo instante com IAN já que li IAN primeiro, mas achei a narrativa repetitiva e ainda tem essa capa horrorosa... acho um homem bem parecido com um ET hahahahahahaha

    ResponderExcluir
  4. Como eu sou fissurada por essas criaturas da noite, estou disposta a ler qualquer livro em que ele apareçam, mesmo que ele seja um romance com pitadas de hot. Adorei o clima de mistérios e suspense que pude sentir na sinopse, e a capa também está bem insinuante. Acho que iria curtir a leitura.

    ResponderExcluir
  5. As duas opiniões me deixaram dividida. A capa não é muito atrativa, nunca poderia esperar que se tratava de um livro sobrenatural, muito menos que tem vampiros. Gosto de livros hot principalmente quando é sobrenatural, dar um clima no livro, mas o personagem masculino não parece ser muito atrativo, além de ser cabeça dura é enrolado rsrs Não gostei muito dele. Acho que não leria esse livro.

    ResponderExcluir
  6. Danielle Demarchi31 de maio de 2015 07:27

    Achei bem legal a resenha dupla, ainda mais por trazer opiniões tão diferentes sobre o mesmo livro. Eu já dei uma lida por cima no terceiro livro dessa série e não gostei tanto, muito por também não ter achado nenhum dos personagens carismáticos. Não sei se minha opinião seria diferente caso tivesse lido o primeiro livro da série, mas acabei perdendo o interesse.
    O principal fator que me impede de dar uma nova para a série é que ela tem muitos livros, o que significa muito dinheiro para gastar com livros que nem quero de verdade, por isso acho que só darei outra oportunidade se encontrar os livros muito baratos, como a Cris disse.

    ResponderExcluir
  7. Leticia Ramos de Mello Oliveira31 de maio de 2015 10:02

    Mais uma da série "Gosto não se discute". A Barbara gosto, a Cris achou meia-boca. Mas isso me fez pensar em duas coisa: 1) Ok que a Universo dos livros está publicado a série desde o inicio e na ordem já que a Nova Cultural nem pensava nisso não, mas não deveriam dar uma acelerada nos lançamentos para que ama essa série já chegar no mesmo livro que as americanas já estão lendo? 2) A capa é muito ambigua. Olhando bem, dá para saber que o casal está trepando, mas a pose dessas sombras me faz pensar que eles viraram uma criatura com três pernas. Se querem fazer uma capa com uma lua e silhueta de um casal, façam uma pose que dá para entender que é um casal! Se não, façam a capa com a lua como naqueles pôsteres de Once Upon A Time, em que se tem uma foto mesmo e não uma silhueta dos atores. Penso que não pensaram nessa opção porque a pose era erótica demais para o mercado brasileiro e queriam esconder, mas esconder não deu certo mesmo.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados