Resenha: Tabuleiro dos deuses – Richelle Mead

17/04/2015

TABULEIRO_DOS_DEUSES_1390679719B

Tabuleiro dos Deuses
A Era do X # 01
Richelle Mead
Ano: 2014 / Páginas: 424
Idioma: português
Editora: Paralela




Justin March, um investigador de religiões charmoso e traiçoeiro, volta para a República Unida da América do Norte (RUAN), após um misterioso exílio. Sua missão é encontrar os responsáveis por uma série de assassinatos relacionados com seitas clandestinas. Sua guarda-costas, Mae Koskinen, é linda, mas fatal. Membro da tropa de elite do exército, ela irá acompanhar e proteger Justin nessa caçada. Aos poucos, os dois descobrem que humanos são meras peças no tabuleiro de poderes inimagináveis.



Olá


A resenha de hoje é de Tabuleiro dos deuses de Richelle Mead. Autora já conhecida pela série academia de vampiros. Esse livro é o primeiro da série A era de X. E é completamente diferente do que a autora já publicou.


Um livro cheio de detalhes e informações, pois sendo o primeiro , a autora nos situa para entendermos o complexo universo que ela criou e o pano de fundo dessa história que envolve mitologia nórdica, celta, grega, deuses e deidades medindo força e disputando humanos.


Um vírus, Mefistófeles acaba com grande parte dos humanos e os cinquenta anos que a Terra passou por isso, antes de ter sido criada a vacina, foi chamado de Era do Declínio e após a erradicação do vírus, a Era da Renovação, com a reconstrução da sociedade gemana.


Pessoas sem ascendência mista apresentam alguns defeitos genéticos e muitas podem ser vistos, mesmo em quem faz alguma plástica para mascarar isso. Eles chamam esses defeitos de Caim.


Depois do Declínio os EUA e Canadá se unem formando a RANU ( República da América do Norte Unida), bem desenvolvida tecnologicamente, protegida por supersoldados com chips que regulam os neurotransmissores,aumentando a força, a agilidade etc, os temidos Pretorianos. E há as províncias, como a do Panamá, onde um dos nossos protagonistas, Justin, estava exilado.


A história se passa numa versão futura de nosso mundo atual, o governo tem enfoque no aperfeiçoamento genético e regula a procriação para esse fim, junto a esse controle há as políticas anti-religião. Mas permitem algumas religiões, através de licenças e monitoramento de igrejas e grupos. A maioria das pessoas não acredita em Deus ou em qualquer ser superior ou criador.


Justin é um investigador que foi exilado, especialista em investigar grupos religiosos e os licenciá-los . Só vamos entender o que houve pra ele ser exilado, lá na frente da trama. Ele é um cafajeste, galanteador, mas muito competente.


Do outro lado, temos Mae, uma soldada Pretoriana que foi designada para ser a guarda-costas e buscar Justin para investigar casos misteriosos de assassinatos que vem ocorrendo na capital e que podem ter relação com grupos religiosos, ou algum ritual.


Mas no Panamá os dois acabam indo para cama sem saber quem são. E , Justin carrega um segredo, além de “dois corvos”que estão em sua cabeça e não param de falar com ele.


Não se preocupem, são muitas informações e muitos detalhes, mas a autora amarra todos eles.


Justin faz um acordo e além de acomodar a irmã e o sobrinho, que não tinham notícias dele desde o exílio, consegue trazer uma garotinha, Tessa, filha de um amigo do Panamá para estudar, ela é brilhante e muitas vezes ajuda com seus comentários.


A história tem o ponto de vista de Mae, de Justin e de Tessa.


Há um grande mistério por trás de todos assassinatos, manipulações genéticas ou manipulações de deuses? E Justin, tem pouco tempo para descobrir se há algum grupo envolvido, desmascarar e mostrar que o vídeo que tem em mãos de um dos assassinatos é uma fraude. Só resolvendo isso ele poderá ter um visto e o emprego de volta, de verdade, não provisórios.


Ao mesmo tempo que estão investigando os assassinatos, outros acontecem e vamos entendendo a história e como Mae sendo a perfeição absoluta, como diz Justin a Valquíria, se tornou uma pretoriana, o porque de Justin ter sido exilado e quem são esses deuses que estão rondando os humanos.


Leia o Tabuleiro dos Deuses sem se preocupar muito com os detalhes, eles vão se consolidando ao longo do livro. Veio até com um glossário :) Vi resenhas positivas e negativas, mas eu adorei. Muita informação, mas é que é um universo bem complexo. E eu que adoro mitologia estou eufórica. Se você não sabe nada de mitologia, não se preocupe, Justin fala tudo que se precisa saber .


A capa é linda, a diagramação agradável à leitura, mesmo sendo um livro extenso.


Recomendo.


Por Rosana Gutierrez


A Era do X


1. Tabuleiro dos deuses - Gameboard of the Gods (Age of X, #1)
The Immortal Crown (Age of X, #2)
The Eye of Andromeda (Age of X, #3)


Depois de comentar, preencha:


Formulário

Comente com o Facebook:

3 comentários :

  1. Fiquei bem confusa com tantas informações. Não me pareceu uma má história, mas parece ser uma daquelas que TÊM de ser lidas. To acostumada às histórias sobrenaturais da autora e saber que ela tem essa diversificação foi legal.

    ResponderExcluir
  2. ELIZABETH MACHADO SALLES18 de abril de 2015 06:29

    Mesmo sendo extenso como diz, achei a história bem interessante. A trama parece ser bem elaborada e intensa. A capa foi o que mais me conquistou quando vi. Mas a história também é de chamar bastante atenção. Vou tentar ler. Espero gostar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Mitologia nórdica, celta, grega, deuses e deidades... Nossa, esse universo que a autora criou é um prato cheio, hein?! As informações dada pela autora nesse livro são muitas, mas acredito que dá pra entender. Gostei das personalidades dos mocinhos, e confesso que enquanto lia a resenha se passou um filme em minha mente, acho que seria bem legal se fizessem o filme desse livro!
    Bjos!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados