Resenha: Submissa ao Guerreiro - Terri Brisbin

24/03/2015

SUBMISSA_AO_GUERREIRO_1406667091B

Submissa ao Guerreiro
Yield To The Highlander - Clã MacLerie
Harlequin Historicos # 147
Terri Brisbin
Ano: 2014 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Harlequin Brasil




Aidan MacLerie é bravo, destemido e leal ao clã, mas seu coração continua insatisfeito. Até conhecer a deslumbrante Catriona MacKenzie. Por ser uma mulher casada, Aidan jamais teria permissão para possuí-la. Mesmo assim, busca sua total rendição a cada beijo Quando o marido de Cat é derrubado no campo de batalha,ela fica sem recursos e com a reputação em farrapos. Aidan é o único homem com poder para protegê-la. Cat precisa apenas se submeter ao seu coração de guerreiro…



Sabe o sentimento quando você começa a ler um livro e descobre logo no comecinho que o mocinho é um safado? E o pior é que não estou falando daquele safadinho engraçadinho.


Aidan se encanta por uma mulher da aldeia mas descobre que ela é casada com um dos guerreiros de seu pai. E como filho mais velho, cheio de privilégios, decide se aproveitar da situação, e mandar o marido dela para longe para poder furunfar em paz. Só que a mulher, Catriona, deixa claro que não quer nada com ele. Ela é casada, teve uma vida dura e não pretende trair o único homem que foi decente com ela. Aidan é mimadinho e inconsequente, e decide fazer o que suas calças estão mandado, e com suas ações acaba transformando a vida de Catriona em um inferno, quando o marido dela morre ao ficar sabendo da “traição”. Se você pensa que a vida da mulher é dificil nos dias de hoje, imagine na idade média, quando uma mulher adultera era apedrejada nas ruas e não era tratada melhor que uma prostituta.


A temática do livro é meio chocante, mas mesmo assim a historia é cativante. Aidan é mais novo que Cat, e cresce e amadurece da pior maneira, pois suas atitudes prejudicaram a mulher de quem ele gosta de verdade e arrasou com a vida dela, enquanto suas atitudes foram vistas somente como “coisa de homem”. Revoltante não?


Como mulher eu adorei ver o sofrimento e o crescimento do Aidan. A autora resolveu aproveitar a história para dar uma boa lição nele, e essa foi a parte que eu mais gostei! Hahaha


Por Cris Paiva


Depois de comentar, preencha:


Formulário

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. ELIZABETH MACHADO SALLES24 de março de 2015 07:59

    Achei a história chocante. Mas naquele tempo e até hoje em dia, vemos casos parecidos como esses. Fiquei empolgadíssima com este livro e espero poder ler. Quero saber como a autora trabalhou esse crescimento no personagem. A coitada da Catriona não merecia passar pelo que li aqui.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. "Sabe o sentimento quando você começa a ler um livro e descobre logo no comecinho que o mocinho é um safado? E o pior é que não estou falando daquele safadinho engraçadinho." Fala isso, não, mulher, pois ele é o único que falta na minha coleção hahahahahaha

    Terri é assim, ela não suaviza sofrimentos e é isso o que a torna tão boa escritora. Ela consegue envolver o leitor de tal forma que fica impossível não se sentir pelo menos uma das lavadeiras da história.

    ResponderExcluir
  3. Hummm... não fui muito com a cara da história não. Acho a maior sacanagem esse tipo de atitude como a dele. Não curti mesmo.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Jois, a autora pega bem a realidade da época, então aquelas leitoras que gostam de livrinhos fofos e meigos vão estranhar muito. Eu já sou mais pé no chão, mas mesmo assim fiquei revoltada. Mas eu dei nota 4, então é dos bons!

    ResponderExcluir
  5. Ah, ela trabalhou com bastante realismo e fez os dois comerem o pão que o diabo amassou com a bota cheia de lama, mas compensou e não deixou de ser romântico.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados