Resenha: O Dia da Caça - James Patterson

20/03/2015

O_DIA_DA_CACA__1312849428B

O Dia da Caça
Alex Cross #14
James Patterson
Ano: 2011 / Páginas: 224
Idioma: português
Editora: Arqueiro




Alex Cross está diante do criminoso mais cruel que já enfrentou.


Quando o detetive Alex Cross é chamado para investigar um caso de assassinato, depara-se com a cena de crime mais terrível que já viu em toda a sua carreira: uma família inteira foi morta dentro de casa. Tudo fica ainda mais chocante quando ele descobre que uma das vítimas é Ellie Cox, sua ex-namorada dos tempos de faculdade.


Furioso, Cross decide pegar o assassino a qualquer custo. Logo depois outro crime acontece, novamente envolvendo uma família inteira, só que dessa vez alguns membros dela estavam nos Estados Unidos e outros, na África. A investigação leva a crer que o assassino, conhecido apenas como Tiger, viajou para a Nigéria. Sem hesitar, Cross vai atrás dele. O detetive entra numa caçada implacável, numa terra sem lei.


Ao chegar lá, Cross se vê diante de um terrível cenário de miséria, violência e guerra civil iminente. Sem nenhuma ajuda, ele se envolve numa luta contra a corrupção e contra uma conspiração que parece não ter fronteiras, que pode pôr em risco sua vida e a de todas as pessoas que ele ama.



Oie Gente!!
A resenha de hoje é sobre o livro “O Dia da Caça”, do James Patterson.
Nunca tinha lido nada desse autor e confesso que quando comecei a lê-lo não tinha grandes expectativas.


Tenho a estranha mania de, quando vou ler um autor novo, não procurar nada sobre ele em lugar nenhum. Também faço questão de ficar bemmm longe das resenhas das amigas, porque gosto do impacto causado pelo primeiro contato com o estilo do autor.


E, minha nossa senhora, põe impacto nisso!
“O Dia da Caça” é um romance policial absolutamente brutal, com todas as espécies de crimes violentos: assassinatos brutais, infanticídio, genocídios, estupros, tortura e todo tipo de desgraça que você puder imaginar.


Ele é classificado como policial, mas acho que só isso é muito simplista. Eu classificaria como: policial-terror-ação-dramático.


Se você não tem estômago forte, não leia. É muito, muito, muito sangrento…
O livro já começa com o Dr Alex Cross, um psiquiatra especialista em assassinos em série, indo investigar o assassinato de uma família inteira. Todos foram retalhados, empilhados e a casa deles destruída.


Em busca dos responsáveis ele viaja para a África e vai parar no inferno.
Não da pra descrever as coisas que ele vê acontecerem lá, porque eu estragaria o… impacto da leitura. Mas eu repito, é tudo absurdamente violento e brutal, em um nível que eu não via há muito, muito tempo.

O James escreve as tragédias com um detalismo tão sangrento que você se sente assistindo os acontecimentos acontecerem.
Eu fiquei bastante abalada em vários momentos pela crueza dos detalhes e o terror imputado pelas atitudes dos assassinos.


O livro tem alguns pequenos furos, que deixam você duvidando da “veracidade” dos atos. Acredito que nesses momentos ele tinha a intenção de mostrar o nível de infiltração dos bandidos, mas achei algumas situações um pouco forçadas.


No meio do livro achava que não fosse dar conta de terminar a leitura. É muito, muito mais violento do que eu imaginava. Li as cem primeiras páginas no sábado e as restantes no domingo, porque precisei de uma folga para respirar e criar forças para continuar. Recomendo aos de coração mais sensível que façam o mesmo.


Já para quem gosta do estilo e tem coragem, leia-o numa sentada.
Valerá muito a pena, mesmo com as cenas estranhas que falei acima.
Recomendo!


Por Barbara Santiago



Depois de comentar, preencha:


Formulário

Comente com o Facebook:

3 comentários :

  1. ELIZABETH MACHADO SALLES21 de março de 2015 07:37

    Este livro parece ter uma história bastante chocante e eletrizante. Fiquei curiosa a respeito. Vou tentar ler. Pois a trama me agradou muito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Apesar dos ótimos comentários quanto a série (s), tentei uma vez ler e não gostei.
    Achei a leitura arrastada, muitas descrições, mas ainda não perdi a esperança de gostar de James Patterson. Quero retomar a leitura tão logo a minha pilha diminua.

    ResponderExcluir
  3. Comprei esse livro baratinho numa promoção em 2013 e depois fiquei com medo de ler. Pelo visto vou continuar sem ler ele por um bom tempo! Traumatizei com a resenha! Kkkkkk

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados