Resenha: Em Chamas - Suzanne Collins

10/02/2015

EM_CHAMAS_1362102330B

Em Chamas
Jogos Vorazes # 02
Suzanne Collins
ISBN: 9788579800641
Ano: 2011 / Páginas: 416
Idioma: português
Editora: Rocco




Em chamas é o segundo volume da bem-sucedida trilogia iniciada com Jogos Vorazes, mais novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos, que mistura ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia com muita ação e aventura. A trilogia manteve-se por 130 semanas consecutivas na prestigiada lista do jornal The New York Times.


Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Os jogos completam 75 anos, momento de se realizar o terceiro Massacre Quaternário, uma edição da luta na arena com regras ainda mais duras que acontece a cada 25 anos. Katniss e Peeta, então, se veem diante de situação totalmente inesperada e, dessa vez, além de lutar por suas próprias vidas, terão que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem.



Parte I “A Fagulha”
“O que acontece em seguida não é um acidente. É muito bem-executado para ser algo espontâneo, porque acontece em total uníssono. Todas as pessoas na multidão pressionam os três dedos médios de suas mãos esquerdas contra os e os estendem na minha direção. É o nosso sinal no Distrito 12, o último adeus que dei a Rue na arena.”


Katniss descobre rápido que não se livrará da Capital. Que antes sua família passava por perigos, agora mais ainda. Sua paz mental não existe mais, dúvidas giram na sua cabeça o tempo todo. Ás vezes eu achei isso muito chato, mas depois eu entendia. As pressões que ela passa lhe dão o direito.
Peeta passa a ser meu xodó, tento lembrar que ele é o refrigério no meio do caos para não me irritar com a forma passiva que ele age em relação a Katniss.


Parte II “O Massacre”
“Mas não estou nua. Estou num vestido com o exato desenho do meu vestido de casamento, só que da cor de carvão e feito de pequenas penas. Surpresa, levanto minhas longas e fluidas mangas no ar, e é aí que vejo a mim mesma na tela da televisão. Vestida toda de preto, exceto pelos pedacinhos brancos nas minhas mangas. Ou será que deveria dizer asas?
Porque Cinna me transformou num tordo.”


Eu sinceramente achei que a fase reality show tinha passado mas não, Katniss e Peeta tiveram que enfrentar os horrores de um novo Jogo Voraz, só que dessa vez não é somente a Capital que dá as cartas…
Nessa parte não vi diferenças do livro 1, a pressão das camêras, dos treinamentos… os jogadores eram diferentes, inclusive Katnniss estava diferente. Só o objetivo do jogo era outro. Ela estava sendo transformada em um símbolo.


Parte III “O inimigo”
“As últimas palavras de conselho de Haymitch para mim. Porque precisaria me lembrar? Eu sempre soube quem era o inimigo. Quem nos deixa morrer de fome, nos tortura e nos mata na arena. Quem logo vai matar todas as pessoas que amo.”


Li a parte final com o coração apertado e vivendo com Katniss todo o desespero de manter Peeta vivo. Confesso que sofri demais. Acho que esse foi ainda pior que o primeiro, porque no primeiro ela tinha que se preocupar somente em sobreviver ao jogo quanto agora ela estava tentando consertar tudo o que tinha acontecido. Mesmo sabendo que nada bastaria.
Toda a pressão mental que ela sofre é que me angustia. Ela não tem paz nem por um segundo.


Terminei o livro me sentindo tão impotente quanto Katniss… então posso afirmar que a Suzanne Collins conseguiu de novo. Estou totalmente amarrada na história.


assinatura

Trilogia Jogos Vorazes:

#1 Jogos Vorazes - The Hunger Games < Leia a resenha >

#2 Em chamas - Catching Fire

#3 A esperança - Mockingjay

 

Depois de comentar, preencha:


Formulário

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. Leticia Ramos de Mello Oliveira12 de fevereiro de 2015 13:18

    Olá, Elis!

    Aqui consegui perceber melhor a crítica que a trilogia Jogos Vorazes faz aos reality show, principalmente os que envolvem a convivência dos participantes. Em muitos desses realities, os participantes não podem ter contato com o resto do mundo e uma simples atitude de um participante pode fazer o publico transforma-lo em algo que ele não é ou não quer ser. E tudo isso motivado pela pressão do jogo e pela vontade de vencer.
    Se no livro, a transformação da Katniss em um símbolo é manipulada, na vida real, essa transformação do participante é controlada somente pelas circunstâncias dos realities, onde se deve vencer para ser lembrado anos depois como participante e não como um repórter ou convidado chato em outro programa.
    Já ouvi muito spolier sobre o que ocorre com o Peeta em Em chamas a ponto de manter uma certa neutralidade sobre ele, afinal, eu não li trilogia ainda, mas sei que nesse próximo livro, a presença de Gabe, o amigo de Katniss, é maior, o que cria o terreno perfeito para o triângulo amoroso que a Katniss passará a viver. Mas aqui confesso uma coisa: Fico mais interessada no Gabe pelo fato de o ator que o interpreta nos filmes ser o irmão do interprete do Thor nos filmes da Marvel, pois o Liam e o Chris são muito parecidos. Só por isso mesmo e não pelas situações dos personagens.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Adoro distopias, mas é um gênero que desgasta devido ao sofrimento, pressão, agonia dos personagens. Eu já decidi: agora só assisto adaptações. Sofro ali, uma ou duas horinhas, e pronto. Amei Em Chamas (filme)!

    ResponderExcluir
  3. Oi Elis, não li ainda esta série, acredita? Acabei vendo o filme 1 e gostei muito. Não sei se ficou igual ao livro, mas me satisfez.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Oi, Elis! Em Chamas é o meu livro favorito da trilogia. Foi onde senti as emoções ficarem mais fortes e onde surgiu meu personagem favorito (Finnick). Gosto a forma como a Collins escreve em etapas, dá para perceber que ela se preparou para escrever o livro. As continuações se encaixam bem uma na outra. Apesar de não ter um tema tão revolucionário, ainda é um livro que me prende.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho ele lindo de morrer haahha, mas ne3o sei se ele combina muito com o Peeta, talvez porque eu nunca tenha assistido um filme em que ele tenha assumido o papel de um HOMEM, sabe? Porque e9 essa a vise3o que eu tenho de Peeta, um homem te3o maduro e com as ideias formadas. Espero que ele fae7o o trabalho dele direitinho. :DMas eu ate9 gosto do Liam como Gale. Ne3o e9 o ideal (nunca e9), mas gosto.Xxx,Julie

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados