Resenha: Cinquenta Tons de Cinza - E.L. James

11/02/2015

CINQUENTA_TONS_DE_CINZA_1339188103B

Cinquenta Tons de Cinza
Cinquenta Tons de Cinza # 1
E.L. James
ISBN: 9788580572186
Ano: 2012 / Páginas: 480
Idioma: português
Editora: Intrínseca




Cinquenta Tons de Cinza - Quando Anastásia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos.


Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.



Na época que saiu o livro, demorei para criar coragem para ler, mas depois de tanto barulho em volta, não tinha como não ler, confesso, minha curiosidade é sempre mais forte.


Momento desabafo: Livros em primeira pessoa… até quando?!


A história de amor de Anastasia Steele e Christian Grey. Pena que o amor não me convenceu. Costumo perdoar muitas coisas quando o amor me convence, mas como não é o caso aqui, tenho que dizer que a história não foi bem escrita.


Os personagens são confusos demais, com reações diferentes a situações parecidas, como se não soubessem bem o que fazer. Seria até aceitável dentro da trama, já que a ideia era que esse relacionamento mudasse completamente as vidas deles, mas há várias situações bizarras que te tiram completamente a prazer da leitura. E por mais que o lado Dominador/Submissa tenha sido muito explorado pelo marketing, para mim, nenhuma das situações que eu considerei bizarras, aconteceu dentro desse contexto, que foi explorado mais na teoria que na prática. Mas houve muita coisa que eu achei legal, como os emails trocados, por isso fiquei muito frustrada, quando parecia que ia melhorar e encontrar o ritmo, ia tudo por água à baixo!


O Inconsciente e a Deusa Interior que foram personagens a parte. Gente, essa versão dos anjinho x diabinho foi um espetáculo total! Quando ela incluía na narrativa o que esses "dois" estavam fazendo (dentro da cabeça dela), eu tinha que rir.


Para mim o livro foi exaustivo, martela na mesma tecla incessantemente e isso o tornou chato. Eu poderia perdoar uma escritora novata por um texto pobre, mas não dá para ignorar uma história pobre para um tema tão rico e personagens com tanto potencial.


assinatura

Trilogia Cinquenta tons de cinza

#1 Cinquenta tons de cinza - Fifty Shades of Grey

#2 Cinquenta tons mais escuros - Fifty Shades Darker

#3 Cinquenta tons de liberdade - Fifty Shades Freed

CINQUENTA_TONS_DE_CINZA

Que venha o filme!


 

Depois de comentar, preencha:


Formulário

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. Elis, tive que tolerar narrativa em 1a pessoa por minha diva mor, Sophie kinsella, escreve assim, então tive que gostar na marra. Confesso que a leitura dessa forma ainda demora um pouco pra engrenar, mas no fim tudo dá certo hahahahaha
    Li só esse livro e foi horrível! Tava lendo tudo bonitinho, mas a leitura não rendi, então resolvi fazer leitura safada que é ler somente os parágrafos... não é que assim deu certo?!
    Gente, como ri com os diálogos surreais, expressões toscas... bateu uma vergonha alheia imensa.
    Acho que em relação a adaptação, será um daqueles raros casos onde o filme será melhor que o livro.

    ResponderExcluir
  2. Oi ELis, também demorei para ler a trilogia, não me interessei no começo. Mudei de ideia quando vi o trailer, engraçado né?
    Não foram as cenas de sexo que me chamaram atenção, mas sim o trauma psicológico que envolvia o contexto.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Confesso que assim que o livro saiu eu fiquei mega curiosa pra ler. Todo mundo só falava dele, super elogiava e tudo. Mas depois de ler várias resenhas, de saber quase por completo sobre a história perdi a vontade de ler.
    Pretendo assistir ao filme ai depois analiso se vou ou não ler. Mas ler ele não é um desejo nem prioridade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Elis eu odiei esse livro kkkk a escrita é fraca, os personagens são chatos, as situações são bizarramente surreais. Enfim, achei horrível mesmo, e odiei a "Deusa interior", ôoo negócinho chato UAHSUAHS

    ResponderExcluir
  5. Leticia Ramos de Mello Oliveira28 de fevereiro de 2015 17:01

    Olá, Elis!

    Sou sincera e devo dizer: Não li o livro e nem vi o filme. E não sei se seria o tipo de livro para mim. Não que eu não esteja acostumada a cenas de sexo nos livro, ou por medo de se apavorar com as cenas de dominação/sadomasoquismo (elas talvez não iriam me despertar estranheza porque já ouvi muito falar desse tema muito tempo antes de Cinquenta tons de cinza ser lançado). Simplesmente porque acho que seria muito pesado para mim, seja pelo drama ou pelo sexo (alguns dizem que no livro utilizam muitas expressões vulgares nessas cenas, tornando o texto pesado e nada natural).
    Não sei se você viu o filme, considerando principalmente o fato de você não ter gostado do livro, mas devo dizer que, pelo que ouvi comentar do filme, você vai conseguir entender mais coisas dele do que se não tivesse lido o livro primeiro. Ou seja, parece mais um filme feito para os fãs e não para todos com mais de 18 anos (É a classificação do filme, pessoal! Não posso dizer que todos podem ver o filme!).
    E agora finalmente entendi o lance de Deusa interior que todo mundo fala. Sim, não pensava que era uma versão moderna de um clichê dos desenhos animados.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados