Resenha: Tapete Vermelho – M.S. Fayes

29/01/2015

TAPETE_VERMELHO

Tapete Vermelho
M.S. Fayes
ISBN: 9788582300145
Ano: 2013 / Páginas: 184
Editora: Matrix




Uma jovem garota brasileira resolve se aventurar em um curso de inglês no exterior. Na poderosa LA. Em meio ao itinerário de passeios mesclados com estudos, ela se vê em um torvelinho de emoções ao conhecer subitamente um astro em ascensão do cinema. Seus passeios acabam sendo mais intensos do que poderia sequer sonhar. Ela se vê no poderoso mundo das celebridades, onde o glamour pode deslumbrar ou ofuscar seus ideais. O mais importante, porém...seria ela capaz de manter um romance onde os holofotes nunca se apagavam ?



Ainda estou suspirando pelo livro, gente, tão gostoso ler um livro tão romântico. Marina e James formam um casal tão perfeito que penso que devo acreditar que almas gêmeas existem. Sabe aquela música, “ele completa ela e vice-versa, que nem feijão com arroz”, pois então, senti isso lendo o romance dos dois!


Marina é uma jovem de família grande e amorosa que vai fazer um curso nos EUA para aprimorar seu inglês e ver se seu ex se toca que o namoro acabou de vez, é uma virgem que sabe o que quer e não abre mão dos valores que a família passou a ela, mas não é chata, nem puritana. Sabe curtir os momentos e leva a vida de forma alegre. Logo no aeroporto conhece o astro de Hollywood James Bradley, um jovem inglês que é ciumento e possessivo sim quando se apaixona, mas não é nenhum idiota egocêntrico que acha que o mundo gira entorno do umbigo dele. Esse encontro deles vai mudar e muito a vida da Marina e mudar os alicerces da vida do James.


Fiquei besta em como entrei no clima e me envolvi na história tão rapidamente, em um momento lá estava eu, caramba, que pessoa legal a Marina, nossa que sedutor o James e na página seguinte eu parecia mais uma líder de torcida! Risos
Ficava, vai minha filha agarra logo esse homem, ei Jim, para com a palhaçada. Ou seja, me sentindo a melhor amiga dos dois!


O livro todo é basicamente o relacionamento dos dois, os prós e os contra de se relacionar no mundo das celebridades e o que acontece nesse meio que ora a deixa empolgada e ora a deixa enojada. Marina que se acha muito longe da realidade de James e tem medo de prejudicar sua carreira, ele com medo de perdê-la por causa da pressão da mídia. Como todo relacionamento relâmpago, trás mais inseguranças que certezas, mas achei lindo o fato que nem a Marina, nem o James deixavam margem para maus entendidos. Acontecia algo e lá estavam perguntando, conversando até resolverem.


Fico olhando para o livro agora e penso, mas ele é tão fininho, como pôde conter tanta coisa, tantas situações, tantos altos e baixos. Só posso culpar a genialidade da MS Fayes em criar uma história completa em sim mesma, mas com gosto de quero mais.


assinatura

Depois de comentar, preencha:


Formulário

Comente com o Facebook:

4 comentários :

  1. Oi Elis,
    É tão bom quando nos deparamos com um livro que nos joga na trama, né? Pena que é raridade, a sua é a segunda resenha que leio desse livro e só me deixou com mais vontade ainda de ler.
    imagina a aventura de estar num país diferente sozinha e ainda por cima com um ator e inglês. Me derreti só de imaginar o sotaque. kkkk
    Preciso ler. Quero um livro assim gostosinho de acompanhar e com uma mocinha sem mimimi. =D

    ResponderExcluir
  2. Oi Elis.
    O livro parece ser uma fofura! Um romance simples e gostoso de ler.
    É tão bom quando o livro deixa a gente suspirando né, a gente vê que valeu a pena.

    ResponderExcluir
  3. A capa é uma graça, mas, à primeira vista, me pareceu bobo. Mas quem acompanha Martinha no blog sabe o quanto ela é extrovertida e inventiva.
    Adorei a resenha e espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  4. Leticia Ramos de Mello Oliveira31 de janeiro de 2015 11:35

    Olá, Elis!

    Peraí, é a mesma M. S. Fayes que escreveu a Trilogia da Lei que escreveu esse livro? Se sim, devo dizer que ela é bem versátil, pois do erótico até o Chick-lit (e esse não é um Chick-lit bobo) ela manda bem.
    Não costumo ler ou ver fofocas, por que mostram sempre esse lado que também me deixa enjoado sobre o mundo das Celebridades, mas a M. S. Fayes consegue fazer um romance sobre esse mundo sem deixar de lado isso, mas ao mesmo tempo, sem tornar uma nojeira.
    A capa e até a sinopse me lembraram um pouco a série Fazendo Meu Filme da Paula Pimenta, porque as protagonistas fazem um intercambio, mas as duas autoras seguem caminhos bem diferentes nas histórias.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados