Resenha: Quarto – Emma Donoghue

12/01/2015

QUARTO

Quarto
Emma Donoghue
ISBN: 9788576861317
Ano: 2011 / Páginas: 350
Editora: Verus




Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.


O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.



Quando li a sinopse do livro, eu imediatamente quis o livro. A história é assustadora mas ao mesmo tempo cativante porque é feita a partir do ponto de vista de uma criança de cinco anos. Sua inocência naquela situação hedionda trás uma empatia e uma vontade de proteger todas as crianças do mundo. Também mostra como uma mãe pode amar seu filho independente da situação em que se encontre. Nunca desistiu, cuidou, educou, brincou com ele enquanto lutava o máximo que podia pela liberdade deles e quando a conseguiu, teve que enfrentar mais lutas e dificuldades.


Foi impossível não me apaixonar por Jack, não querer que sua vida com sua família fosse a mais feliz possível depois do sequestro.


Eu nem tinha tirado a roupa que fui trabalhar quando o peguei e comecei a ler. Foram 4 horas de leitura, me perdi no livro, cada página me puxando para ler a próxima, lágrimas e mais lágrimas. Mas valeu cada minuto. É preciso sim saber que coisas ruins acontecem, mas precisamos de esperança também, no final do livro o que mais ficou guardado no meu coração foi a força e a esperança dessa menina que virou mulher e mãe em condições hediondas mas soube ser a melhor mãe para Jack.


Hoje eu quero relê-lo. Sei que vou chorar de novo mas para mim o livro é irresistível.


assinatura


Depois de comentar, preencha:


Formulário

Comente com o Facebook:

6 comentários :

  1. Oi Elis,
    E a manteiga derretida aqui terminou a resenha com olhos marejados.
    Será que tenho coragem de encarar? Pq sei que chorar já é certeza.
    Gostei da capa e já estou bem mexida por imaginar o sofrimento da mãe e a luta pela felicidade deles.
    Deve ser um livro intenso e ter o ponto de vista do garoto deve ser de partir o coração.
    Vou colocar na lista. =)

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro, mas achei a história incrível.
    Estou fugindo de história que me façam chorar, e sei que ao ler esse livro não tem como não deixar algumas lágrimas cair.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Eu ja andei de olha neste livro, mas acabei deixando de lado por se tratar de um livro com um tema mais pesado,
    mas acho que uma hora eu ainda leio, eu tenho curiosidade em saber como a autora fez o livro do ponto de vista de uma criança,
    saber que o livro termina com eles ja fora do cativeiro é muito bom,
    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Houve um equilíbrio na história: um tema forte como violência psicológica/física e, por outro lado, contada por uma criança, com toda a sua inocência. Quis esse livro - ainda quero - desde a primeira resenha, mas preciso estar psicologicamente preparada.

    ResponderExcluir
  5. Já tinha visto o livro como lançamento da Editora Verus, mas nunca tinha lido a sinopse, nem uma resenha. Agora que li fiquei muito interessada! Livros que abordam temas delicados, envolvendo violência, costumam me deixar aos prantos, por se tratar de algo tão emocional fico pensando até muito tempo depois de ter lido. Obras como essa são marcantes e, mesmo me deixando a flor da pele, são leituras muito bem vindas já que deixam algo a ser lembrado.

    ResponderExcluir
  6. Esse com certeza marca Lara, até hoje lembro do desespero daquela mãe e da ingenuidade do Jack.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados