Resenha: Apenas respire – Susan Wiggs

21/01/2015

APENAS_RESPIRE

Apenas respire
Susan Wiggs
ISBN: 9788539800766
Ano: 2011 / Páginas: 476
Editora: Harlequin




A cartunista Sarah Moon procura driblar os problemas da vida em sua tirinha 'Apenas Respire'. Enquanto Shirl, personagem principal e alter ego de Sarah, se submete ao tratamento de inseminação artificial, a situação por ela vivida começa a refletir as dificuldades de sua criadora para conceber um bebê. Nesta obra, Susan Wiggs apresenta uma narrativa sobre os sonhos despedaçados de uma mulher e a descoberta de novas esperanças.



Uma história comum, não há nada de extraordinário, nem mesmo nada surpreendente, mas o livro é incrível.
Assim que li a sinopse, ficou a vontade de ler o livro. Meu medo era a traição, odeio livros que tem traição e, aí de alguém que me recomende um livro sem me avisar se existe tal item venenoso na história, mas a situação da Sarah me atraiu, lógico que saber que o Will apareceria na sua vida afastou meu medo e finalmente comprei o livro.


Li o livro em dois dias, simplesmente me agarrei nele. Sarah é daqueles personagens que queremos ter em nossas vidas como uma grande amiga. Uma mulher com garra e coragem mas que erra e sofre, se questiona sim e muito porém vive cada situação sem falsidade.


Bati palmas para como ela enfrentou a traição do marido e o divórcio. Inclusive quando soube que estava grávida, não se fez de pobre vítima, assumiu que errou sim e diversas vezes mas nada justificaria a traição do canalha.


E o Will, gente, que homem é esse??? Fiquei tão chocada com o personagem que pensei várias vezes: “De onde veio a inspiração para criar esse espetáculo de espécie masculina?”
Ao mesmo tempo que achei as ações dele enquanto adolescente meio irreais, fiquei feliz por ter resultado em um caráter forte.


Os personagens Coadjuvantes não fazem feio. Adorei a filha adotiva do Will, a menina faz tão parte dele, mas eles não se entendem mais, típico do relacionamento pai e filha na adolescência, o agravante é a situação da mãe da menina. Já o pai da Sarah me fez chorar quando explica o porquê do afastamento com ela.


A tirinha Apenas Respire é muito legal, adorei a Susan Wiggs ter colocado algumas no livro para sabermos como era ao invés de só imaginar pelas descrições da Sarah.
O livro é ótimo. Em nenhum momento senti vontade de parar de ler, muito pelo contrário, difícil foi parar para dormir!


assinatura

Depois de comentar, preencha:


Formulário

Comente com o Facebook:

7 comentários :

  1. Oi Elis,
    Imagino que seja uma boa leitura mesmo, a capa é linda, e da autora li A colcha da despedida, e foi comum, porém tão intenso em emoções que fiquei mexida, até hoje lembro bem da trama, como se tivesse lido ontem. =)
    Gostei da resenha, me fez reavivar o desejo de ler este título dela. Questão forte de lutar com o relógio biológico. Estou curiosa para saber o que difere dela pro alter ego. =)

    ResponderExcluir
  2. To acostumado com Susan Wiggs escrevendo histórias de época... Acho A Meio Passo do Paraíso lindo.
    Minha pouca experiência com livros contemporâneo não é boa: li a Colcha da Despedida e achei tudo dramático demais, não gostei.
    Já tinha lido outra resenha de Apenas Respire e tinha gostado... espero em breve lê-lo.

    ResponderExcluir
  3. Amo A meio passo da paraíso também, é muito lindo.
    A Colcha da despedida eu acabei não lendo ainda.

    Prefiro os históricos ;)

    ResponderExcluir
  4. Achei os dramas dela muito críveis sabe, isso me fez gostar mais do livro.

    ResponderExcluir
  5. Acredito que essa é a primeira resenha que leio de Apenas respire, além da minha própria. Comprei esse livro pela capa e confesso que demorei um tempinho para tirá-lo da estante pela primeira vez. Na primeira tentativa, não sei se é porque eu não estava no clima, mas a leitura não fluía. Ai eu desisti de lê-lo. Depois de um tempo, tentei novamente e ai a leitura me prendeu, me encantou. Já li o livro umas três vezes e é uma leitura tão prazerosa que eu não me incomodaria nem um pouco de lê-lo todo ano.
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  6. Que legal.
    Eu não acreditava muito nesse lance de momento certo para ler um livro até que aconteceu comigo rs

    ResponderExcluir
  7. Que livro interessante!!!
    A trama em si não parece algo extraordinário, mas pelo visto o que te conquistou foram as relações entre personagens e como eles lidavam com certos problemas, etc. Também gosto muito desse aspecto e todos os meus "queridos livros" tem isso em comum, os personagens cativantes, críveis e apaixonantes. Saber que este livro reforça este lado me fez criar uma boa primeira impressão sobre ele, então fiquei com vontade de conhecer esta obra (e outros trabalhos da autora também).

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados