Resenha: O Nome do Vento – Patrick Rothfuss

05/09/2014

Oi Gente,

Vocês sabem que eu adoro fantasia, certo? Mas não é todo livro de fantasia que me agrada. Pois “O Nome do Vento” me agradou em absolutamente tudo!

Tem romance, tem aventura, tem magia, tem ciência, têm personagens nada corretos, criaturas mitológicas loucas e uma das melhores narrativas que já “vi” na vida.

Kote é um homem estranho, dono de uma hospedaria, que tem um passado misterioso e muita coisa para contar.
Quando um cronista chega à hospedaria ele aceita contar sua história e nos leva para um mundo de assassinatos, magia e paixões.

Se imaginem em uma roda de história. Agora pensem no melhor contador de histórias que você já ouviu falar. Imaginem que ele está contando uma história para você, numa noite de chuva, naquele momento em que você está confortavelmente instalado sob as cobertas.

É exatamente esta a sensação de ler “O Nome do Vento”. A narrativa do livro faz você entrar nos acontecimentos de maneira tão perfeita que é como se você estivesse ouvindo o livro contar as coisas. Abrir as páginas e começar a ler é como encontrar um velho amigo e fazer um novo amigo, tudo ao mesmo tempo.

Causa dores, risos, lágrimas de uma separação, junto com aquele frisson de novas descobertas. A cada página que você vira você descobre uma nova paixão, desvenda um novo mistério e fica louquinho de vontade de conhecer o mundo incrível que Patrick Rothfuss criou.

Eu ri, eu chorei, maldisse personagens e o autor, fiz tudo isso e muito mais. A única coisa que me foi impossível, foi parar de ler. Cada vez que eu fechava o livro era pura e simplesmente porque eu realmente precisava, porque vontade de fazer isso eu não tinha.

Me é absolutamente impossível fazer jus à delícia que foi lê-lo, então vou só dizer que ele tem absolutamente tudo aquilo que eu desejo num livro: aventuras, surpresas, alegrias e tristezas.

Recomendo!


Sinopse

Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.

Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado.

Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade. 

Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. 


Comentarista Premiado

Preencha o Formulário <Aqui>

Comente com o Facebook:

5 comentários :

  1. Eu já tinha visto esse livro algumas vezes, mas nunca tinha me interessado nem em ler a sinopse. Acho que a capa não tinha chamado minha atenção. Porém, depois que li a resenha e a sinopse fiquei curiosa para saber da história. O livro parece ser maravilhoso, adoro livros que misturam diversas emoções.

    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. É um livro bem complexo e que chama atenção pelas resenhas positivas. Quando li só conseguia pensar nisso "como um livro desse porte pode não ter resenhas negativas?" Não pq fosse ruim, mas cada linha dessa leitura é algo que fica martelando na mente, vc quer encontrar sentindo em cada linha, ponto... enfim, em tudo!

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho esse livro, entre os quase 200 que tenho em casa e que ainda não li... Mas, sempre compro algo novo e pulo ele... Vou ver se o pego depois que ler Outlander.
    Todo mundo fala muito bem. Ficam me atiçando tanto...

    Sua resenha está otima!!

    ResponderExcluir
  4. Nada que me atraia logo de cara, alguns aspectos lidos na resenha são interessantes e até deva ser uma leitura que valha a pena, mas não no momento.

    ResponderExcluir
  5. Parece uma leitura envolvente, mas mesmo assim não despertou a minha curiosidade.
    Para quem curte fantasia, deve ser uma boa pedida!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Atenção

Oi gente, o blog ganhou um layout novo e como eu migrei do wordpress para o blogger, os posts antigos estão muito bagunçados. Toda mudança gera uma bagunça e não seria diferente por aqui.
Irei arrumando os posts sempre que eu tiver um tempinho, conto com sua compreensão.

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados