Resenha: No Limite da Ousadia - Katie McGarry

16/08/2014

No Limite # 2
Katie McGarry
Ano: 2014 / Páginas: 420
Idioma: português 
Editora: Verus
No limite da ousadia conta a história de Beth Risk, a amiga durona de Noah, de No limite da atração. Este livro é um spin-off, passando-se no mesmo universo do primeiro, com participações especiais de Isaiah, Noah e Echo.
Se você já é fã de No limite da atração ou está descobrindo este mundo agora, certamente vai se deixar envolver pela paixão perigosa e arrebatadora de Beth e Ryan.
Beth é uma garota durona e tatuada que precisa cuidar da mãe drogada. Quando ela assume um crime para salvar a mãe, seu tio, um rico esportista aposentado, consegue a guarda da sobrinha e a leva para começar uma vida nova na cidadezinha do interior em que ele mora. E assim Beth se vê morando com uma tia que não a quer e frequentando uma escola onde ninguém a compreende. Exceto um único cara, que não poderia ser mais diferente dela...
Ryan é o menino de ouro — um badalado jogador de beisebol, filho de um dos casais mais influentes da cidade. Ele e seus amigos gostam de fazer apostas envolvendo desafios que devem cumprir, e Ryan nunca perde. Por fora o atleta popular que todo mundo adora, ele está prestes a aprender que nem tudo é o que parece.
O que começa como uma aposta se torna uma atração irresistível que nem Beth nem Ryan haviam previsto. Sem se dar conta, o cara perfeito vai arriscar seus sonhos — e sua vida — pela garota que ama. E ela, que não deixa ninguém se aproximar, vai se desafiar a apostar todas as fichas nesse amor.
Com aparições de Noah, Echo e Isaiah, de No limite da atração, este livro conta a história de um amor que vai se construindo aos poucos, num jogo sedutor de vulnerabilidade e confiança.
Oi gente,

Como aconteceu com No limite da atração, li o livro em algumas horas. Esse tipo de história me prende, sem dúvidas.

Beth é uma das melhores amigas de Noah, durona e problemática. Confesso que não tive nenhuma empatia com ela no primeiro livro. #ShameOnMe

Ela é uma personagem complexa, ao mesmo tempo em que passa a imagem de não estar nem aí para as coisas, dá para notar que ela é leal aos que ama. O ponto marcante é sua obsessão em cuidar da mãe e seu ódio pelo tio. Quando a mãe dela enfim passa dos limites, seu tio vem resgatá-la dessa vida oferecendo uma melhor, mas Beth não quer nada com ele. O motivo? Abandono. Sofri junto enquanto ela vai se lembrando de como foram seus os últimos anos. Se não fosse por Noah e Isaiah, sua vida teria sido mais triste ainda. E não sei se conseguiria perdoar…

Ryan é um dos filhos queridos da cidade, é encantador e tem futuro no esporte. Sua família? Pai e mãe que são exemplos de perfeição, e um irmão que foi expulso de casa porque não encaixava nessa perfeição. Com os amigos, um rapaz audaz que quer sempre vencer. Com a família, um menino perdido tentando se encaixar.

Beth vai morar com o tio na mesma cidade em que vive Ryan, sua fachada de perfeição a irrita, enquanto a fachada durona o repele, porém o amor sempre encontra um jeito.

O livro trata sobre como os filhos sofrem com as decisões dos pais, como isso afeta quem eles são e o que querem para o futuro. Fala sobre decidir quem se quer ser, sobre amadurecer. Se livrar do que te faz mal e se permitir ser feliz. E é isso que Beth faz por Ryan e vice e versa. Quando o amor chega para os dois, um passa a ter o que falta no outro para seguirem em frente e serem felizes.

A história é linda, ri, chorei, torci, xinguei… E agora só quero saber do Isaiah, quero vê-lo feliz como Noah e Beth são.

Resenha bônus (Crossing the Line) 

Lila McCormick é a melhor amiga da Echo, o que não sabíamos era que ela se correspondia com Lincoln há dois anos. No primeiro momento a troca de cartas foi por estarem sofrendo, mas ao longo desses anos, eles ficaram profundamente ligados e traçaram um plano para o futuro. Mas Lincoln não cumpriu sua parte…

O livro é na realidade um conto, abrange um pouco mais de um final de semana no qual Lincoln vai à casa de Lila para pedir desculpas e acaba declarando seu amor. Lila mesmo chateada assume que o ama também. Nessa conversa ele acaba explicando como sua vida está e com o apoio dela, ele consegue traçar novos planos para os dois. O ex de Lila acaba sendo um imbecil porque não quer que ela vá para longe, mas isso só reforça a determinação dela e a aproxima mais de Lincoln.

Achei mega fofo esse conto. Primeiro porque é bom ver a felicidade da Lila que conhecemos em No limite da Atração e segundo porque esse tipo de amor é tão gostosinho de ler.

No limite (Pushing the Limits)

No limite da atração Pushing the Limits - Echo Emerson e Noah Hutchins (#1)
** Crossing the Line - Lila McCormick e Lincoln Turner (#1.1)
** Breaking the Rules - Echo Emerson e Noah Hutchins (#1.5)
No limite da ousadia - Dare You To - Beth Risk e Ryan Stone (#2)
No limite do perigo - Crash into You - Rachel Young e Isaiah Walker (#3)
No limite do desejo - Take Me On - West Young e Haley Williams (#4)
** Chasing Impossible – Abby e Logan (#5)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Feliz dia!!!

Mais Recentes

Cadastre seu email

Você quer receber as postagens do CODINOME por e-mail? Então, inscreva-se aqui.

Em seguida, é preciso ativar a assinatura na mensagem de confirmação que vocês receberão em nome do Google FeedBurner.

Link Me!

CODINOME LEITORA

Codinome: Leitora - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados